Vital Brazil produz medicamento para doença rara

Vital Brazil produz medicamento para doença rara
 
O Instituto Vital Brazil comemora a produção, no último dia 16 de setembro, dos primeiros 6mg da octreotida sintética. A substância, ainda em desenvolvimento, é essencial para a fabricação do medicamento que combate a acromegalia.
 
– Esse é um passo muito importante para a síntese do produto. É uma grande conquista. Ao todo, utilizaremos aproximadamente 500g da substância para atender a demanda anual do Ministério da Saúde – disse o presidente do instituto, Antônio Werneck.
 
 
A produção da octreotida faz parte de um termo de compromisso entre o Vital Brazil e o Ministério da Saúde, firmado em abril de 2010, que garante a compra do medicamento produzido pelo instituto. O acordo prevê a fabricação vertical, que é o desenvolvimento do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), produção e registro. O Ministério da Saúde, por meio desses acordos de compromisso, estimula a produção nacional de insumos farmacêuticos ativos dentro de uma estratégia do que ele precisa comprar, garantindo a independência tecnológica. Historicamente, o Brasil depende de aproximadamente 85% de IFAs estrangeiros.
 
 
Para que o medicamento seja desenvolvido não basta o acordo com o Ministério da Saúde. Este prevê apenas a compra do produto final. O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, financia toda a parte de pesquisa e desenvolvimento da matéria prima, uma parceria entre o Vital Brazil, a Hygeia e o Instituto de Bioquímica da UFRJ.
 
 
A acromegalia é uma síndrome rara causada pelo aumento do hormônio de crescimento (GH). Causa crescimento desordenado nas partes moles, como mãos, pés e face. Dados do Ministério da Saúde, de 2008, apontavam para 7 mil pacientes com essa doença no Brasil.
 
 
Em 2010, O Sistema Único de Saúde gastou cerca de R$ 45 milhões com o medicamento importado e, até junho desse ano, o gasto já chegou a R$ 25 milhões. Ao passar a comprar do Instituto Vital Brazil, o projeto prevê a redução de 15% dos gastos no primeiro ano e 5% nos anos subsequentes. Isso resulta em uma economia de mais de R$ 53 milhões, em 5 anos, para o Ministério da Saúde.
 
 
O projeto prevê o fornecimento para o Ministério da Saúde em 2013 ainda com IFA importado e, a partir de 2015, com os insumos totalmente produzidos pela Hygeia e, o medicamento fabricado no Vital Brazil.
 
 
O Instituto Vital Brazil (www.vitalbrazil.rj.gov.br) é uma empresa de ciência e tecnologia do Governo do Estado do Rio de Janeiro ligado à Secretaria de Estado de Saúde. É um dos 21 laboratórios oficiais brasileiros e um dos três fornecedores de soros contra o veneno de animais peçonhentos para o Ministério da Saúde. Fica na Rua Maestro José Botelho, 64, Vital Brazil, em Niterói.

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.