Volta às aulas tem trânsito monitorado no Rio

Fiscalização na porta de escolas será reforçada
 

 

De acordo com a prefeitura do Rio 40 instituições de ensino espalhadas pela cidade geram impacto no trânsito do município. Pata tentar amenizar este problema, a secretaria municipal de Transportes decidiu intensificar as ações para organizar o fluxo de veículos nos horários de entrada e saída de estudantes.

 

 

De acordo com o Jornal Destak, a partir do dia 18 de fevereiro, uma operação especial será feita para reduzir as retenções no fluxo de veículos no entorno dessas escolas, que poderão ser responsabilizadas. Segundo a SMTR, todas foram notificadas para incentivar o transporte coletivo escolar e fazer uma comunicação prévia aos pais dos alunos.

 

 

O presidente do Sinepe Rio – Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Rio, Victor Nótrica acha que as escolas não deveriam ser punidas. “É um problema complexo. Não cabe à escola organizar o trânsito. Ela pode orientar os pais dos alunos de maneira educativa, mas não punitiva”, informa ele.

 

 

Escolas que são alvo da prefeitura

Boa parte das escolas fica na zona sul: são 15 situadas na região. Só em Botafogo são quatro instituições, sendo duas (Corcovado e Santo Inácio) na rua São Clemente, via que sofre com congestionamentos diários no período escolar. Gávea, Humaitá e Tijuca também concentram escolas da lista. Na Barra da Tijuca estão na lista: Colégio PH, Colégio MOPI, Escola parque e Colégio Santa Mônica.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.