Voo de balão e salto de bungee jump foram as grandes atrações do Boulevard Olímpico Porto Maravilha

As atrações animaram o centro do Rio
 

2016.08.19-bungee-jump1-Divulgação

 

Uma vista deslumbrante do Rio de Janeiro, de um ângulo diferente e com emoção, é o que proporciona a subida no Balão Panorâmico Skol, uma das atrações do Boulevard Olímpico do Porto Maravilha, no Centro. Sensação entre os visitantes do espaço durante os Jogos Olímpicos, os voos no balão permanecerão até o fim dos Jogos Paralímpicos, em 18 de setembro. O Brasil é o 31º país do mundo a receber esse tipo de balão panorâmico.

 

2016.08.19-balão-Radical_Paulo-Araújo04- (640x433)

Movido a gás hélio, o balão sobe até 150 metros de altura e carrega até 15 pessoas por viagem. “É uma chance de aproveitar uma vista diferente da nossa cidade”, disse Francisco José Castro, que levou a mulher e a filha para aproveitar a novidade. Ao contrário dos balões mais comuns, movidos a ar quente, o da empresa Aerophile fica preso ao solo por uma corda e é dotado de um motor para ajudá-lo a subir e descer. “No mundo todo existem apenas cerca de 50 desse tipo”, conta Renato Mathies, um dos dois brasileiros que pilotam o balão. “Fizemos um curso nos Estados Unidos para poder pilotá-lo”, completa Renato, que há 10 anos pilota balões de ar quente.

 

 

Pela primeira vez no Rio de Janeiro, o francês Cyril Gautrey, de 46 anos, trabalha há 15 pilotando balões para a Aerophile. Ele está no Brasil há 2 meses e ficará até o fim dos Jogos Paralímpicos, para coordenar e assessorar os pilotos brasileiros. Cyril não pôde ver muito dos Jogos ao vivo, mas da paisagem carioca ele já leva boas lembranças: “É das mais bonitas que eu já vi”.

 

 

As viagens no balão panorâmico são gratuitas, das 10h às 22h, sujeitas às condições meteorológicas. Os voos devem ser agendados na página do Boulevard Olimpico (www.boulevard-olimpico.com).

 

 

Bungee jump

Para quem quiser ser ainda mais radical, outra atração do live site durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 é o bungee jump da Nissan. Com filas enormes já antes das 6h, o guindaste de 40 metros (altura de um prédio de 13 andares) fica na altura da Praça XVA inscrição é feita pessoalmente no local, e o salto é gratuito.

 

 

Em funcionamento desde o dia 6 de agosto, o bungee jump já contabilizou quase 500 saltos na primeira semana. A reação de cada um é registrada com uma foto personalizada. Por dia, são realizados 72 saltos. O último bungee jump montado na cidade operou há 10 anos, no antigo autódromo Nelson Piquet, onde hoje fica o Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. Em todo o estado, o último equipamento do tipo havia sido montado há quatro anos.

 

 

Além de coragem, quem quiser enfrentar o desafio precisa ter entre 45km e 110kg e mais de 18 anos.

 

 

 
 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.