Início Plantão Barra 14º Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia a programação

14º Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia a programação

 

Festival de Cinema Brasileiro de Paris chega à 14ª edição e se consolida como o evento audiovisual brasileiro de maior prestígio no exterior. Realizada pela Associação Jangada, da carioca Katia Adler, a mostra acontecerá de 9 a 22 de maio, no cinema Le Nouveau Latina, no Marais. A programação deste ano apresenta 29 filmes: doze documentários fora de competição, sete ficções que disputam o prêmio de Melhor Filme, eleito por voto popular, além da mostra retrospectiva Riofilme 20 Anos e de uma homenagem ao cineasta francês Claude Santiago.

 

 

 

Kátia Adler ressalta que o objetivo do festival é revelar para os franceses a diversidade do cinema brasileiro autoral. “Além de servir de vitrine do cinema brasileiro na Europa, o evento tem como objetivo vender os filmes para os distribuidores franceses. Nesses últimos anos, mais de 20 longas entraram no circuito de cinemas da França”, afirma.

 

 

 

O filme “Capitães da areia”, adaptado do livro homônimo, de Jorge Amado, abre o festival no dia 9 de maio, com a presença da diretora, Cecília Amado, neta do autor. O longa foi selecionado para homenagear o escritor, que completaria um século este ano. Jorge Amado viveu por muitos anos em Paris nos anos 70, em exílio, e é o segundo autor brasileiro mais lido na França (o primeiro é Paulo Coelho). Faz parte da homenagem a exibição do documentário “Jorge Amado”, de João Moreira Salles, no dia 17. 

 

 

 

Outro longa de destaque na programação é o documentário musical “Jorge Mautner – O filho do Holocausto”, de Pedro Bial e Heitor D’Alincourt, que conta a história de um dos ícones mais importantes e versáteis da música brasileira, o compositor, cantor, violinista e escritor Jorge Mautner. A sessão, dia 15 de maio, contará com a presença de um de seus diretores, o jornalista Pedro Bial. Mais uma cinebiografia em cartaz este ano será “Raul: O início, o fim e o meio”, de Walter Carvalho e Eduardo Mocarzel, que relata a vida do músico Raul Seixas, em todo o Brasil. O filme encerra a 14ª edição do festival, no dia 22.

 

 

 

No dia 18 de maio acontecerá a première do documentário “Rio anos 70”, de Maurício Branco, que estará presente na sessão. O documentário mostra o glamour dos anos 1970 no Rio de Janeiro, bem na época da disco music, quando a francesa Régine Choukroun desembarcou na cidade e abriu a boate Régine’s, no subsolo do Hotel Méridien.

 

 

 

Entre os documentários também está “Marcelo Yuka, no caminho das setas”, que será exibido no dia 17, com a presença da diretora Daniela Broitman. O filme narra a transformação na vida do baterista e compositor da banda O Rappa que, em novembro de 2000, levou nove tiros numa tentativa de assalto no Rio de Janeiro. Uma das vozes mais ativas na luta por justiça social no país tornou-se vítima da violência urbana.

 

 

 

Na lista de longas ficcionais, um dos filmes mais aguardados este ano é “Corações sujos”, de Vicente Amorim, inédito no circuito comercial do Brasil. Com renomados atores japoneses como Tsuyoshi Ihara (“Cartas de Iwo Jima”, de Clint Eastwood) e Sugata Shun (“Kill Bill” e “O último Samurai”), o filme conta a história de um imigrante cuja vida foi virada de cabeça para baixo pela intolerância que existia naquele tempo no Brasil contra a comunidade japonesa, após a Segunda Guerra Mundial.

 

 

 

O festival também faz uma homenagem ao cineasta francês Claude Santiago, falecido em janeiro deste ano, que retratou, entre vários documentários, os brasileiros Carlinhos Brown e Tom Zé – dois filmes que serão exibidos na mostra comemorativa. O tributo contará com a participação do jornalista e produtor musical Rémy Kolpa Kopoul, da Radio Nova, de Paris, um profundo conhecedor da música brasileira e grande amigo de Claude Santiago.

 

 

 

O programa do festival inclui a mostra retrospectiva Riofilme 20 anos, que vai contar com a presença do presidente da instituição, Sérgio Sá Leitão. Serão onze filmes, entre clássicos e lançamentos, com destaque para o longa “Xingu”, de Cao Hamburguer. O filme conta a incrível história dos irmãos Villas-Boas – Orlando, Cláudio e Leonardo – que se alistaram em 1944 na expedição Roncador-Xingu e, em contato com a cultura indígena, fizeram de sua defesa a missão de suas vidas.

 

 

 

As sessões no charmoso Le Nouveau Latina – cinema que se destaca no circuito cult parisiense – são sempre seguidas de debates com os diretores ou representantes dos filmes convidados. A expectativa este ano é de levar 6 mil pessoas ao cinema Le Nouveau Latina, nos 14 dias de evento. O público é formado por 70% de franceses e 30% de estrangeiros e brasileiros residentes em Paris.

 

 

 

FILMES DO 14º FESTIVAL DE CINEMA BRASILEIRO DE PARIS

Abertura 
– “Capitães da areia”* – Cecília Amado (Homenagem ao Centenário de Jorge Amado e Mostra Riofilme 20 Anos)
* com presença da diretora Cecília Amado e do presidente da Riofilme Sérgio Sá Leitão

 

 

Ficções em competição
“Histórias que só existem quando lembradas”
 – Julia Murat
“O abismo prateado” – Karim Ainouz
“Rânia” – Roberta Marques  
“Heleno”  – José Henrique Fonseca (Mostra Riofilme 20 Anos)
“Corações sujos”  – Vicente Amorim (Mostra Riofilme 20 Anos)
“Sudoeste”  – Eduardo Nunes
“Febre do rato”* – Claudio Assis (com a presença do produtor Marcello Maia Ludwig) 
  

 

 

Encerramento da semana de ficção 
– sessão de premiação da melhor ficção – Prêmio de público

“Jorge Mautner – O filho do Holocausto”* – Pedro Bial e Heitor D’Alincourt 
*com a presença de Pedro Bial

 

 

Filmes fora de competição

Documentários
“Uma longa viagem” – Lucia Murat  
“Marcelo Yuka, no caminho das setas”* – Daniela Broitman  
*com a presença da diretora Daniela Broitman  
“Paralelo 10”  – Silvio Da-Rin
“Tancredo, a travessia”  – Silvio Tendler
“As canções”  – Eduardo Coutinho
“Vale dos esquecidos”  – Maria Raduan
“Tropico da saudade – Claude Lévi Strauss”* – Marcelo Fortaleza Flores 
*com a presença do diretor Marcelo Fortaleza Flores
“Jorge Amado” – João Moreira Salles (Homenagem Centenário Jorge Amado)
“Rio Anos 70”*  – Mauricio Branco 
*com a presença do diretor Mauricio Branco

 

 

 

Homenagem à Claude Santiago* 
“Tom Zé Dada Brasil” – Claude Santiago
“Carlinhos Brown Bahia Beat” – Claude Santiago 
* com a presença de Rémy Kolpa Koupoul (Radio Nova)

 

 

Riofilme 20 anos – clássicos e retrospectiva
“A ostra e o vento”   – Walter Lima Jr
“Baile perfumado”  – Lírio Ferreira e Paulo Caldas
“Veja essa canção”  – Cacá Diegues
“As melhores coisas do mundo”  – Laís Bodanzky
“Muita calma nessa hora”  – Felipe Joffily
“Cartola” – Lírio Ferreira e Hilton Lacerda
“Simonal – Ninguém sabe o duro que dei” – Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal
“Xingu” – Cao Hamburger

 

 

Encerramento do Festival
“Raul: O início, o fim e o meio”
 – Walter Carvalho, codireção Evaldo Mocarzel

Outras informações, sinopses e fichas técnicas no site:  http://www.festivaldecinemabresilienparis.com/2012

 

 

 

PROGRAMAÇÃO
Cinéma Le Nouveau Latina 
20, Rue du Temple – 75004 – Paris

Ficções
4a feira – 9 de maio
14h: Corações sujos (107 min) 
16h30: Febre do rato (110 min) 
19h: Capitães da areia (96 min) – Abertura do festival
21h30: Veja esta canção (110 min)

 

5a feira, 10 de maio
14h: Capitães da areia (96 min) + 20min debate
16h30: Heleno (116 min) 
19h: Corações sujos (107 min) 
21h30: Xingu (102 min)

 

 

 

6a feira, 11 de maio
14h: Xingu (102 min) 
16h10: Abismo prateado (84 min) 
19h: Rânia (85 min) 
21h30: Sudoeste (128 min) 

 

 

sábado, 12 de maio
14h: Veja esta canção (110 min)
16h30: Xingu (102 min) 
19h: Abismo prateado (84 min)
21h30: Heleno (116 min)

 

 

domingo, 13 de maio
12h: A ostra e o vento (118 min) 
14h30: Histórias que só existem quando lembradas (98 min) 
16h30: Corações sujos (107 min) + 20 min debate
19h: As melhores coisas do mundo (107 min) 
21h30: Muita calma nessa hora (92 min)

 

2a feira, 14 de maio
14h00: Capitães da areia (96 min)
16h30: Sudoeste (128 min) 
19h: Histórias que só existem quando lembradas (98 min) 
21h30: Febre do rato (110 min)

 

 

3a feira, 15 de maio
14h: Muita calma nessa hora (92 min) 
16h30: Rânia (85 min)
19h: Jorge Mautner – O filho do Holocausto (Documentário, 93 min)  – Cerimônia de premiação da melhor ficção
21h30: Baile perfumado (93 min)

Documentários

 

 

4a feira, 16 de maio
14h: Cartola (85min) 
16h: Uma longa viagem (95min) 
18h: Trópico da saudade – Claude Lévi-Strauss e a Amazônia (71min) + debate
19h50: As canções (91min) 
21h40: Tancredo, a travessia (104min)

 

5a feira, 17 de maio
14h: Tom Zé Dada Brasil + Carlinhos Brown Bahia Beat (99min) + debate
16h: Simonal – Ninguém sabe o duro que dei (84min) 
17h50: Vale dos esquecidos (72min) 
19h30: Marcelo Yuka, no caminho das setas (95min) + debate
21h50: Jorge Amado (46min)

 

 

 

6a feira, 18 de maio
14h: As canções (91min)

16h: Jorge Mautner – O filho do Holocausto (93 min)
18h: Paralelo 10 (94min) 
20h: Tom Zé Dada Brasil + Carlinhos Brown Bahia Beat (99min) + debate
22h20: Rio Anos 70 (75min) 

 

sábado, 19 de maio
14h: Cartola (85min) 
15h50: Trópico da saudade – Claude Lévi-Strauss e a Amazônia (71min) +debate
17h50: Raul – O início, o fim e o meio (120min) 
20h10: Jorge Mautner – O filho do Holocausto (93 min)
22h10: Tancredo – A travessia (104min)

 

domingo, 20 de maio
14h: Vale dos esquecidos (72min) 
15h40: Tancredo – A travessia (104min)
17h50: Tom Zé Dada Brasil + Carlinhos Brown Bahia Beat (99min) 
19h50: Trópico da saudade – Claude Lévi-Strauss e a Amazônia (71min) +debate
21h40: Cartola (85min)

 

2a feira, 21 de maio
14h: Vale dos esquecidos (72min)
15h40: As canções (91min) 
17h30: Paralelo 10 (94min) 
19h30: Uma longa viagem (95min)  
21H30: Simonal – Ninguém sabe o duro que dei (84min)

 

3a feira, 22 de maio
14h: Jorge Amado (46min) 
15h: Marcelo Yuka, no caminho das setas (95min)
17h: Rio anos 70 (75min) 
19h: Raul – O início, o fim e o meio (120min) – Encerramento do festival
22h: Raul – O início, o fim e o meio (120min)

 

 

SERVIÇO
14º Festival de Cinema Brasileiro de Paris

De 9 a 22 de maio de 2012
No cinema Nouveau Latina – Paris
Endereço: 20, rue du Temple, 75004 Paris
Preço do ingresso: 
Inteira: 8,50€
Reduzida: 7€
Estudante: 4€
Passe 10 sessões: 55€ ou 50€ para associados da Jangada (válido para as duas semanas do festival)
Aceitamos Cartes illimitées UGC e Pass Gaumont 
Metro – Rambuteau / Hôtel de Ville
site: http://www.festivaldecinemabresilienparis.com

 

 

Fonte:   Palavra on Line