Início Plantão Rio 16 ônibus “piratas” são retirados das ruas

16 ônibus “piratas” são retirados das ruas

Somente em maio, 16 ônibus já foram retirados das ruas por não possuírem autorização para operar na condução remunerada de passageiros. Considerados “piratas”, todos eles circulavam de forma clandestina na cidade por não possuírem autorização junto à Secretaria Municipal de Transportes (SMTR). Incluindo estes “piratas”, a Subsecretaria de Fiscalização de Transportes (SubF) avaliou e reprovou mais 59 coletivos, dos 125 fiscalizados no período.
 
A operação desta quinta-feira (13/05), coordenada pela SubF, aconteceu no Centro da cidade do Rio de Janeiro, das 9h às 11h. Foram fiscalizados ônibus das empresas Zona Oeste, Campo Grande, Rubanil e Pégaso. As quatro integram a relação das empresas apontadas pelos usuários desta modalidade de serviço de transporte coletivo como as que mais apresentam problemas, como: sistema elétrico com falhas, pneus carecas, bancos soltos e vidro trincado, entre outros. No local, também foram avaliados, veículos da empresa Algarve.
 
Dos 13 ônibus fiscalizados no Centro, somente hoje, cinco (5) deles eram “piratas”: três (3) da Zona Oeste e dois (2) da Algarve. No total, nove (9) foram penalizados, incluindo um (1) lacrado e outros três (3), que foram removidos e lacrados.
 
Estar com a documentação vencida dos veículos também aparece entre as irregularidades cometidas pelas empresas de ônibus fiscalizadas pela Subsecretaria.
 
Com a operação de hoje, subiu para 292 o número de ônibus fiscalizados pela Subsecretaria em pouco mais de dois meses de atuação no município do Rio, e o número de coletivos reprovados pelos fiscais, em diferentes bairros cariocas, aumentou para 172. Os veículos penalizados só poderão voltar a circular com passageiros quando tiverem os seus problemas solucionados junto à SMTR.

 

Fonte: Secretaria de Transportes