Início Plantão Rio Ação do ambiente estoura depósito de animais silvestres

Ação do ambiente estoura depósito de animais silvestres

 

Duas pessoas foram presas e uma está sendo procurada numa operação de repressão nesta segunda-feira (30/4) a crimes ambientais. A ação foi organizada pela CICCA (Coordenadoria Integrada de Combate aos crimes ambientais), órgão da Secretaria de Ambiente, em parceria com o Serviço Reservado (P/2) do Batalhão Florestal da PMERJ.

 

 

Após investigações, os policiais e fiscais da CICCA estouraram um depósito de animais silvestres que foram caçados dentro da APA de Maricá, sendo apreendidos diversos espécimes, na maioria pássaros que seriam vendidos em feiras livres. Tambem foram descobertos fornos ilegais de fabrico de carvão vegetal, abastecido com espécies da mata atlantica e dentro da Unidade de Conservação.

 

Os policiais também descobriram um baú contendo quatro armas de fogo utilizadas para caça. Um revolver calibre 32, três espingardas cal 28 e uma cal 12 (escopeta), tambem foi achado pelos fiscais um revolver de ar comprimido utilizado para abate de pássaros soltos na mata.

O Baú pertence a Rogério santana de souza, vulgo “Rogério trocador”. Policiais ainda estão fazendo buscas na localidade para tentar capturá-lo. Os dois presos foram conduzidos para 82ª DP (Maricá) para serem autuados por crimes ambientais.

 

O Secretário do Ambiente Carlos Minc disse que o governador deve assinar brevemente o decreto de criação da UPAm, as quais funcionarão seguindo a mesma filosofia das UPPs, só que dentro das Unidades de Protecão integral do Estado (Parques Estaduais).

 

O Coordenador da CICCA, Coronel Padrone, afirmou que as operações em conjunto com os outros órgãos, como o Batalhão Florestal, Delegacia especializadas em meio ambiente, das polícias Federal e Civil vem sendo realizada com sucesso no Rio de Janeiro. Na semana passada, várias armas foram apreendidas no parque estadual da Pedra Branca e 20 balões que seriam soltos com diversos explosivos foram apreendidos, tambeém dois elementos foram presos.

 

Fonte: Governo do Rio