Início Plantão Brasil Agressividade na infância pode ser sinal de transtorno

Agressividade na infância pode ser sinal de transtorno

Toda criança tem seus momentos de birra. Mas há casos em que elas vão além dos limites, mostrando-se extremamente desafiadoras para pais e professores. Pode não ser características de alguém mal-educado ou de personalidade forte, mas, sim, de Transtorno Opositivo-Desafiador (TOD). Para esclarecer melhor o assunto, a Neuro Saber (www.neurosaber.com.br) vai realizar aula gratuita sobre o tema no dia 31 de outubro.

 

 

Totalmente online, a conversa servirá para esclarecer aos pais e professores sobre o que é e como diagnosticar o TOD, além de dar detalhes sobre como é feito o tratamento. Quem irá ministrar a aula será o neuropediatra Dr. Clay Brites, pesquisador e doutorando do Laboratório de Dificuldades e Distúrbios da Aprendizagem e Transtornos de Atenção (Disapre), da UNICAMP.

 

 

Brites diz que é frequente observar nessas crianças com TOD um descontrole emocional, além de terem um perfil de discussão frequente com os adultos, desafiando e se recusando a seguir regras. “Não reconhecem erros e se ressentem demais chegando a agir de forma vingativa”.

 

– Ele pode ocorrer em qualquer pessoa, porém é mais comum em pacientes com Transtornos do Espectro Autista (TEA), Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) ou em pacientes com transtornos de Humor – explica.

 

O resultado? O neuropediatra diz que elas costumam ser discriminadas, perdem oportunidades e desfazem círculos de amizades. Não raro, sofrem bullying e são retiradas de eventos sociais e de programações da escola por causa de seu comportamento difícil. “Os pais evitam sair ou passear com elas e muitas vezes as deixam com parentes ou em casa”.

 

Sobre a Neuro Saber

O projeto nasceu da necessidade de auxiliar familiares, professores, psicólogos, fonoaudiólogos, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais, médicos e demais interessados na compreensão sobre transtornos de aprendizagem e comportamento. A iniciativa tem como objetivo compartilhar informações valiosas para impactar as áreas da saúde e educação, além de unir especialistas do Brasil e do exterior.