Início Plantão Rio Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto apresentam as Valencianas

Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto apresentam as Valencianas

 

No ano em que comemora 40 anos de carreira, Alceu Valença recebe homenagem da Orquestra Ouro Preto no espetáculo Valencianas. Sob regência do Maestro Rodrigo Toffolo e com a participação do cantor e compositor homenageado, a Orquestra realiza concerto no dia 23 de abril, no Rio de Janeiro, no Teatro Oi Casa Grande. No segundo semestre, o espetáculo chega a São Paulo, Brasília, Recife e outras capitais.

 

 

Valencianas apresenta um recorte na biografia musical de Alceu Valença que, pela primeira vez, terá suas canções adaptadas para a música de concerto, sem descaracterizar a essência de sua obra e seu compromisso permanente com a cultura popular nordestina.

 

 

O espetáculo começou a ser preparado em 2010, quando o maestro e o compositor foram apresentados, em Ouro Preto, por um amigo comum: o editor Paulo Rogério Lage, que há tempos acalentava proporcionar contornos orquestrais ao cancioneiro de seu compadre Alceu.

 

 

No verão de 2012, o maestro Toffolo e o arranjador e violinista Mateus Freire foram novamente ao encontro do homenageado, desta vez em Olinda, e voltaram com mais de quarenta músicas sugeridas por Alceu na bagagem. Dentre estas, foram escolhidas treze para o espetáculo.

 

 

O público terá a oportunidade de conferir a versão orquestral de sucessos como Anunciação, Tropicana, Girassol, Coração Bobo, La Belle Du Jour e Sete Desejos, mas também de canções menos conhecidas como Junho, Porto da Saudade, Acende a Luz, Sino de Ouro e Ladeiras. Esta última representa o eixo central do espetáculo, a ponte que une artisticamente as ladeiras de Olinda e Ouro Preto.

 

 

Mais que propor o diálogo entre a música erudita e a canção popular, Valencianas procura demonstrar a universalidade artística de Alceu e a diversidade de sua obra. De acordo com o maestro Rodrigo Toffolo, o “desafio é respeitar aquilo que torna a obra de Alceu Valença única. O espetáculo é grandioso e busca evidenciar a maestria do cantor e a nordestinidade inerente à sua obra, capítulo fundamental na história da música de nosso país, que contribuiu, inclusive, para a idéia de música popular brasileira que temos hoje”, afirma.

 

 

Para Alceu Valença, “num mundo dominado pela indústria do entretenimento, onde tudo é dinheiro e há pouco sentimento, a música de concerto é uma forma de transcendência. Este projeto representa uma nova vertente na minha carreira”, celebra o homenageado.

 

 

Informações de preços e locais das apresentações:
Rio de Janeiro
Dia: 23 de abril
Horário: 20h30
Local: Teatro Oi Casa Grande, localizado à Av. Afrânio Melo Franco, 290 – Leblon.
Entrada: R$50 inteira. Meia entrada a consultar.

 

Repertório: Porto da Saudade, Cavalo de Pau, Estação da Luz, Sino de Ouro, Junho, La Belle de Jour, Sete Desejos, Ladeiras, Anunciação, Tropicana, Girassol, Coração Bobo, Acende a Luz.

 

Orquestra Ouro Preto A Orquestra Ouro Preto foi criada em maio de 2000. Tem como proposta o desenvolvimento de repertório diversificado em gênero e épocas e a oferta de uma programação permanente. Além dos concertos periódicos em Ouro Preto, já se apresentou em diversas cidades do país e no exterior. Em seu legado, destaca-se também a gravação e o lançamento do disco Latinidades, que no ano de 2007, foi indicado ao prêmio Grammy Latino, na categoria melhor disco instrumental.

 

SERVIÇOS:
[email protected]

Mais informações com Ivone Kassu ou Alessandra Costa
Telefones: 2522-6581/9988-2158/7755-1634