Início Plantão Rio Alterações na Região Portuária começam neste sábado, dia 19

Alterações na Região Portuária começam neste sábado, dia 19

Interdições-Wide

Em coletiva realizada esta semana, a Prefeitura anunciou uma série de mudanças viárias na Região Portuária. As medidas fazem parte do plano de mitigação de impactos para o período de inauguração das vias de superfície do Binário do Porto e a substituição do Elevado da Perimetral, que será interditado no dia 19 deste mês, no trecho entre o elevado do Gasômetro e a Praça Mauá. Entre as mudanças, estão previstas a implantação de uma faixa reversível na Avenida Presidente Vargas, restrição para carga e descarga no Centro e implantação de faixa exclusiva para ônibus na Avenida Presidente Vargas.

 

 

No  sábado, dia 12, uma campanha de incentivo ao uso de rotas alternativas começou a ser divulgada. Uma outra campanha vai estimular a população a utilizar ônibus executivos, em alternativa aos automóveis. Na segunda-feira, dia 14, será implantada uma faixa reversível na pista central da Avenida Presidente Vargas. A faixa funcionará sempre de segunda a sexta, das 6h às 11h e para acessá-la os motoristas deverão utilizar a ponte sobre o canal em frente à Prefeitura. A saída será em agulha na altura do número 817 (prédio em que funciona o Detran), logo após a Avenida Passos.

 

 

RESTRIÇÃO DE VAGAS PARA ESTACIONAMENTO

Cerca de 1500 vagas de estacionamento serão suprimidas, em sua maior parte no Castelo. A medida servirá para dar maior fluidez ao tráfego no Centro e minimizar os impactos na região. Algumas ruas terão seus estacionamentos liberados das 19h às 0h, como os trechos das ruas da Assembleia e Santa Luzia, além das avenidas Graça Aranha e Presidente Wilson.

 

 

De acordo com o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osório, as medidas visam diminuir o impacto, mas é inevitável que transtornos aconteçam.

 

 

– Nos primeiros dias o impacto sempre é maior. Nosso trabalho é diminui-los o mínimo possível.

 

 

 

RESTRIÇÃO PARA CARGA E DESCARGA DE CAMINHÕES

O acesso de caminhões de carga e descarga também sofrerá restrições. A partir do dia 14, os veículos que fazem este serviço somente poderão acessar a área compreendida no polígono formado pelas avenidas Francisco Bicalho, Rodrigues Alves, Beira Mar e General Severo, além das ruas Riachuelo, Estácio de Sá e Trevo do Estudante das 21h às 06h. O horário de circulação e carga e descarga nesta área será das 10h às 15h.

 

 

Para incentivar o uso de transporte público, a integração entre trens e ônibus também será estimulada. Por isso, a Supervia vai acrescentar dois trens, partindo de São Cristóvão para Duque de Caxias-Saracuruna e Japeri, ampliando a capacidade de transporte no horário de pico em 4.800 lugares. Linhas de ônibus também ganharão reforço, com o aumento de 20% na frota partindo da estação de São Cristóvão. Na Estação de Deodoro, a frota receberá reforço e passará a circular com 100% dos veículos.

 

 

No dia 19, com a inauguração das vias de superfície do Binário e a interdição do Elevado da Perimetral, uma série de outras medidas entram em vigor. O Metrô vai ampliar o horário de pico em 15 minutos em todas as linhas. No mesmo dia será implantado o BRS Estácio-Carioca, que além de redistribuir 15% da frota das linhas intermunicipais que vêm de Niterói e São Gonçalo, também promoverá a integração com o metrô Estácio.

 

 

A pista central da Avenida Francisco Bicalho receberá, em caráter definitivo, uma faixa exclusiva para ônibus pouco antes do acesso da Avenida Pedro II, no sentido Centro. Outra novidade é que parte dos ônibus paradores que vêm da Baixada Fluminense e linhas municipais da Zona Oeste que atualmente entram no Centro via Francisco Bicalho, Rodrigues Alves e Presidente Vargas passará a fazer o retorno em frente ao Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into).

 

 

BARCAS EXTRAS

Visando possíveis transtornos de quem vem de Niterói em direção à região central da cidade, mais duas barcas entrarão em operação, ampliando a oferta de vagas em 4000. A primeira barca começa a operar no dia 21 de outubro; no dia 28, a segunda embarcação entra em funcionamento.

 

 

Presidente da Companhia de Desenvolvimento da Região Portuária (Cdurp), Alberto Silva afirmou, durante a coletiva, que a população deve optar pelo transporte público, diminuindo a circulação de carros na região.

 

 

– Este é o início de um novo padrão de mobilidade urbana, focado nas pessoas, com qualificação e integração do transporte público de massa.