Início Plantão Rio Arpoador será cenário de homenagem a Millôr Fernandes

Arpoador será cenário de homenagem a Millôr Fernandes

 

 

Nesta sexta, dia 6 de julho, a partir das 17h, amigos e admiradores do desenhista, humorista, dramaturgo, escritor, tradutor e jornalista Millôr Fernandes, falecido em março deste ano, vão celebrar sua memória e lançar a pedra fundamental do Largo do Millôr. O local escolhido para a homenagem a este carioca do Méier fica próximo à Pedra do Arpoador – e também da praia onde, ao lado de um grupo de amigos, ele inventou o frescobol no fim da década de 50.

 

O Largo é um projeto idealizado por um grupo de amigos e concebido pelo urbanista Jaime Lerner. Um poste receberá a placa “Largo do Millôr” e, em breve, o local irá ganhar um banco e uma chapa de aço que reproduz o perfil do homenageado, feito pelo cartunista Chico Caruso. Ao contrário de uma estátua convencional, Lerner projetou uma área vazada que com o sol, nela refletido, projeta a imagem de Millôr sentado no banco.

 

A programação, informal como o homenageado, começa com o músico Pedro Veríssimo, filho de Luis Fernando Verissimo. Fernanda Montenegro será a Mestre de Cerimônias do evento, e também lerá um texto que ela mesma escreveu há algum tempo sobre o amigo. Rosamaria Murtinho deverá ler a crônica de Ruy Castro publicada esta semana – ele está na Flip e não poderá comparecer. Em seguida, Olívia Byington cantará a música preferida de Millôr acompanhada pelo poeta Geraldinho Carneiro. O conjunto musical No Olho da Rua vai tocar a partir das 16h15 até a abertura do evento.

 

 A organização do evento é da Riotur. A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos realizou serviços de revitalização da área, no trecho entre a Pedra do Arpoador e a Praia do Diabo, em homenagem ao escritor, desenhista e jornalista Millôr Fernandes. Equipes da Coordenadoria Geral de Conservação e Comlurb executaram recuperação de 30 bancos de concreto, reassentamento de 160 metros quadrados de pedras portuguesas e demolição de base de concreto da antiga cabine da Polícia Militar que fica ao lado da Praça Garota de Ipanema.

 

Fonte: Secretaria Especial de Turismo|Riotur – Assessoria de Comunicação Social