Início Destaque Ator Marcelo Serrado visitou a ONG Nóiz na Cidade de Deus, RJ

Ator Marcelo Serrado visitou a ONG Nóiz na Cidade de Deus, RJ

A ONG Nóiz, da Cidade de Deus, recebeu o ator Marcelo Serrado. O artista foi conhecer os projetos, conversou com as crianças, e tirou foto com os fãs. “Meus amores, vocês já conhecem o @noizprojetosocial? Hoje eu visitei o projeto e fiquei encantado. Localizado na Cidade Deus, a ONG ajuda crianças e adolescentes proporcionando o acesso à cultura, educação, saúde mental… Entre tantas coisas. Entrem no Instagram @noizprojetosocial e saibam como ajudar para que esse trabalho necessário continue! Juntos somos mais fortes!”, escreveu o ator no Instagram.

A visita do artista foi super importante para as crianças do projeto, que conseguiram conversar com ele e saber mais um pouco sobre a profissão de ator. Ele conseguiu encantar e inspirar muitos jovens da comunidade que fazem parte do projeto.

Sobre a ONG

A ONG Nóiz nasceu em 2018, no território do Brejo, na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Iniciou suas atividades em uma sede tímida, ao lado de barracos de madeira, onde pessoas viviam sem saneamento básico e em completa situação de vulnerabilidade. Um dos menores índices de desenvolvimento humano do estado e altas taxas de violência e, aos poucos, foi crescendo de acordo que transformava o ambiente e a vida dos moradores com poder da inclusão e resgate da dignidade daquela comunidade.

Atualmente, em uma estrutura maior (cedida pela própria comunidade), atende mais de 200 crianças e cerca de 400 famílias, direta e indiretamente, que recebem auxílio através dos projetos da ONG. Incluindo assistência social, atendimento psicológico, cursos de capacitação, reforço escolar, atividades esportivas e culturais, como música, danças e teatro, e bem-estar, como a Yoga.

As atividades são independentes de incentivos políticos ou religiosos, e sua continuidade é exclusivamente ancorada através de doações de pessoas físicas e apoio privado. Com o conceito de ‘Acolher, Educar e Emancipar’, o projeto conta atualmente com dois cursos de alfabetização e um de reforço escolar, aulas de esporte e dança, e atividades de informática básica e um pré-vestibular social, que já ingressou mais de 10 alunos em faculdades públicas.

O espaço disponibiliza ainda uma estrutura de biblioteca para adultos e crianças acessarem todos os dias. Além de professores de plantão para o programa de reforço ‘tira-dúvidas’ que apoia e ajuda os alunos das escolas públicas da região.