Início Plantão Rio Audiência Pública sobre Transplantes na Câmara do Rio

Audiência Pública sobre Transplantes na Câmara do Rio

 

 

 

 A Comissão Especial das Doações e Transplantes de Órgãos e Tecidos, presidida pelo vereador Dr. Edison da Creatinina (PV), realiza audiência pública para avaliar a situação dos transplantes no Rio, especialmente os de tecidos: peles, córneas e ossos. Será na quarta-feira, 13 de junho, às 17h30, no auditório da Câmara de Vereadores.

 
Os debatedores são a Dra. Maria Cristina Serra, do Centro de Tratamento de Queimados Adulto, do Hospital Municipal Souza Aguiar; Dr. Rafael Prinz, do setor de Transplantes de Tecido Ósteo Condro Fascio Ligamentosos do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), e Dr. Leonardo Bravo, do Hospital do Andaraí.

 
Médico nefrologista há 34 anos que acompanhou mais de mil pacientes que necessitaram fazer transplante de rins, Dr. Edison da Creatinina apresentou emendas no valor de R$ 520 mil ao orçamento municipal  para 2012   buscando a melhoria na qualidade desses serviços ao pacientes, mas o efetivo uso  dessa verba depende do Poder Executivo.

 
Entre as propostas estava a destinação de verbas para treinamento de pessoal e informação aos pacientes. O vereador separou R$ 80 mil para o trabalho de conscientização de profissionais e pacientes sobre a prevenção em saúde renal, visando à ampliação do acesso e qualificação através de campanhas.

 
Numa outra emenda, destinou R$ 90 mil ao treinamento de profissionais nos processos de captação de órgãos nas unidades de emergência. Esse valor possibilitaria a implementação da gestão de treinamento e treinamento e desenvolvimento de ações de educação, formação e capacitação de pessoas para o fortalecimento dos princípios do Sistema Único de Saúde, o SUS.

 
Propôs que R$ 220 mil fossem destinados à criação de banco de pele para atender ao Centro de Treinamento de Queimados do Hospital Municipal Souza Aguiar. E também definiu que R$ 130 mil fossem para a implantação de um serviço de atendimento ao paciente que aguarda transplantes no Souza Aguiar.

 
O objetivo era promover um atendimento específico, principalmente na fase de exames preparatórios de rotina, para pacientes na fila de transplantes de órgãos ou tecidos naquela unidade de saúde.

 

Fonte: Camara Municipal