Início Plantão Rio Botecos de comunidades pacificadas ganham espaço em concurso

Botecos de comunidades pacificadas ganham espaço em concurso

 

Cerveja gelada, bom atendimento e pratos com frutos do mar são os carros-chefe do Bar do David, no Chapéu Mangueira, em Copacabana, que participa pela segunda vez do Comida di Buteco, realizado até 13 de maio no Rio de Janeiro. A partir de 2013, outros dois bares em comunidades pacificadas serão incluídos na lista do concurso gastronômico, que reúne 31 estabelecimentos em cada um dos 16 estados participantes em busca do petisco perfeito.

 

 

Dono do bar, David Vieira Bispo garante que não se sente ameaçado pela entrada dos concorrentes. Pelo contrário, o empreendedor acredita que seu papel era justamente o de abrir oportunidade para outras comunidades.

 

 

– Minha maior conquista é essa, a de garantir espaço para que outros botecos em comunidades carentes sejam valorizados e ganhem visibilidade. É a oportunidade de mostrar que na favela também tem serviço e comida de qualidade – afirmou.

 

 

Pescador e mergulhador profissional, David viu na pacificação da comunidade onde nasceu a oportunidade de abrir seu próprio negócio. Administrador de uma loja de material de pesca, há dois anos ele deixou o emprego e montou o Bar do David, especializado em feijoada de frutos do mar. O prato fez tanto sucesso que chegou ao conhecimento do gastrônomo Eduardo Maya, organizador do Comida di Buteco.

 

 

Todo ano, ele roda o País e visita mil bares. Os mais bem cotados são convidados a participar do concurso. O vencedor é escolhido através de um júri e de voto popular, levando em conta o bom atendimento, a temperatura da bebida e higiene, além de um petisco saboroso e bem apresentado. Ao incluir o Bar do David na seleção, Maya considerou ainda a questão da segurança.

 

 

– Levei minha mãe para almoçar lá e pensei que, se ela estava segura lá, qualquer um estaria. Partindo disso, poderemos incluir outros estabelecimentos que prezam pelo bom tempero, têm um tira-gosto interessante e um potencial para crescer. A ideia do Comida di Buteco é divulgar esses locais para que as pessoas possam conhecer e curtir a cidade onde moram – disse o gastrônomo.

 

 

Depois de conquistar o terceiro lugar na edição passada, o Bar do David e seu croquete de frutos do mar foram assunto nas páginas de jornais do Brasil e do exterior, como o New York Times. A visibilidade superou as expectativas e fez dobrar o faturamento de David, que investiu o dinheiro na expansão do estabelecimento e contratação de funcionários.

 

 

– O meu lucro não é muito diferente do que tinha antes, mas aumentei o número de lugares de 20 para 80 e agora tenho seis pessoas trabalhando comigo. Isso quer dizer que estou gerando emprego e renda. Outros estabelecimentos do entorno acabam se beneficiando com o movimento do bar porque muita gente vem aqui participar do evento e acaba aproveitando para conhecer a comunidade – destacou o empreendedor.

 

 

Como participar

Para escolher o melhor boteco do Rio de Janeiro, basta ira um dos bares participantes, comer o petisco indicado como concorrente e dar a sua nota na cédula de votação. A lista de todos os concorrentes pode ser acessada através do site www.comidadibuteco.com.br.

 

Fonte: Governo do Rio