Início Plantão Barra BRT BARRA-GUARATIBA estreia percurso para lideranças

BRT BARRA-GUARATIBA estreia percurso para lideranças

 

 

 

O BRT Barra-Guaratiba fez o percurso para lideranças da região no domingo (27/05). Entre as lideranças convidadas pela Fetranspor, estavam Terezinha Torres, Cleo Pagliosa, a diretoria da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca e o presidente da AIB Manuel Lopes.

 

 

 

 

No percurso foram observados alguns problemas como pessoas andando no corredor expresso ou utilizando para andar de bicicleta, o que é proibido e pode causar diversos acidentes. O  BRT deve ser inaugurado oficialmente no dia 4 de junho.

 

A motorista Fabiane Guimarães

 

A motorista Fabiane de Freitas Guimarães,  de 33 anos, será a motorista do ônibus, que a Dilma vai utilizar na terça.  Com 3 anos de experiência, Fabiane de Freitas será uma das condutoras oficiais do veículo.

 

 

O novo sistema começa a operar em fase experimental nesta terça-feira, dia 29, com ônibus BRT circulando entre 10h e 15h, com partidas a cada 15 minutos.

 

 

A previsão é que o sistema entre efetivamente em vigor a partir do dia 4 de junho, mas a data ainda não foi confirmada pela Secretaria municipal de Transportes. Nesta semana de testes, os veículos irão parar em apenas 12 das 24 estações existentes entre as paradas Maçarça e Alvorada. No total, serão 91 ônibus articulados circulando pelo BRT Transoeste entre Santa Cruz e o Terminal Alvorada, com um total de 59 estações e dois terminais rodoviários.

 

 

Segundo o presidente da Rio Ônibus, Lelis Teixeira, na próxima semana uma equipe de Curitiba — primeira cidade brasileira a adotar este sistema — virá para dar treinamento aos funcionários da empresa, como motoristas e pessoal técnico. Ele afirmou ainda que, após a inauguração do sistema, haverá uma fase de transição, e as linhas convencionais continuarão circulando, por um período ainda não estipulado, para que os usuários se acostumem ao BRT.  “Hoje, temos cerca de 250 ônibus convencionais circulando por esta região. Com a inauguração do BRT, estes ônibus passarão a ser apenas alimentadores, levando os passageiros dos bairros até as estações do BRT. Assim, haverá menos ônibus circulando nas ruas, melhorando o trânsito sensivelmente — afirma Teixeira. — Todos os ônibus do BRT usam combustível sustentável, têm ar-condicionado e aparelhos de TV, com programação especial, com conteúdo de serviços. Em cada estação, haverá monitores de TV, onde será informado a previsão para o tempo de chegada até a próxima estação. E uma informação importante é que a passagem vai continuar custando os mesmos R$ 2,75, e manteremos o Bilhete Único.

 

 

 

De acordo com a Secretaria municipal de Transportes a previsão é de que em junho, 31 das 59 estações estejam funcionando. Antes disso, haverá testes com ônibus circulando pela pista do BRT fora do horário de maior movimento e com passageiros utilizando o transporte. Porém, o projeto, que promete encurtar pela metade o tempo de viagem entre Barra Tijuca e Santa Cruz e que custou R$ 900 milhões, ainda depende de muitas obras. Quase metade das estações não está pronta. Algumas, em Santa Cruz e Campo Grande, por exemplo, se encontram na fase inicial e causam transtornos aos moradores da área.

 

 

O primeiro BRT carioca deverá reduzir pela metade o tempo de percurso entre Barra e Santa Cruz. 

 

Fonte: Redação AIB