Início Plantão Rio Ceasa-RJ promove doação de alimentos para a APAE Niterói

Ceasa-RJ promove doação de alimentos para a APAE Niterói

O Banco de Alimentos da Ceasa-RJ doou 400 kg de alimentos, entre pescados e hortifrutigranjeiros, para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Niterói. A doação vai contribuir para a alimentação de 270 alunos, entre crianças e adultos, atendidos pela instituição.

 

Em visita, nesta quarta-feira (30/05), à sede da associação no Centro de Niterói, os operadores do Banco de Alimentos entregaram as doações em mãos para a vice-presidente Norma Pires, que revelou o momento difícil que a instituição vem passando nos últimos meses com problemas financeiros, gerando dificuldades estruturais.

 

– Essa ajuda veio em um grande momento. Independente de qualquer situação difícil que estamos passando, sempre precisamos de apoio. Ainda não sabemos quando essa crise vai acabar e como será o prejuízo. Alem de alimentarmos os alunos, temos contas a pagar – afirmou Norma Pires, que mantém 108 funcionários, entre médicos, cozinheiros, professores e assistentes sociais.

 

De acordo com informações da instituição, a Apae atua na cidade há 46 anos, sendo uma associação civil, filantrópica, de caráter assistencial, educacional, cultural e de saúde, sem fins lucrativos, de apoio e inclusão aos portadores de deficiências mentais. Atualmente, a instituição sobrevive do repasse federal do Sistema Único de Saúde (SUS) e com a contribuição mensal ou anual de associados.

Os alimentos foram repassados para o Banco de Alimentos por produtores e comerciantes da Unidade Grande Rio e pela Associação dos Pregoeiros de Pescados e Afins do Estado do Rio de Janeiro (APPAERJ). No Banco de Alimentos as doações passaram por um processo de seleção e processamento. De acordo com o presidente da Ceasa-RJ, Leonardo Brandão, a Apae já é beneficiária das doações do Banco de Alimentos, porém, diante da atual crise financeira que enfrenta, a empresa decidiu por reforçar a quantidade e a regularidade das entregas.

 

– Por orientação do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, deputado Felipe Peixoto, recolhemos esses alimentos em caráter de urgência com os comerciantes e repassamos para a Apae. Não podemos conceber a possibilidade da interrupção das atividades por falta de recursos – disse Brandão.

 

Projeto lançado em maio de 2011, o Banco de Alimentos da Ceasa-RJ tem o objetivo de fortalecer as políticas de segurança alimentar e nutricional, além de combater a fome. A Central de Abastecimento já tem cerca de cem entidades cadastradas no projeto social. O intuito é recolher alimentos fora do padrão de comercialização, mas em perfeitas condições de consumo Dentre as instituições cadastradas estão creches, abrigos, asilos e hospitais, melhorando a saúde e a qualidade de vida desses indivíduos.

 

Fonte: Governo do Rio