Início Plantão Rio Cedae e instituições recebem certificado ambiental

Cedae e instituições recebem certificado ambiental

A secretária do Ambiente, Marilene Ramos, acompanhada do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, entregaram ao Programa de Reflorestamento da Cedae um certificado pela entidade ser a participante do Dia do Clima – Dia C que mais plantou mudas de espécies nativas da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro em um só dia. O Instituto Terra de Preservação Ambiental foi o responsável por conferir o certificado. A cerimônia aconteceu nesta tarde de sexta-feira (19/03), no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio.
 
– Quero parabenizar a todos os nossos parceiros por esta iniciativa cumprida. Até o ano de 2040 esperamos que 48% da área coberta da Mata Atlântica sejam restauradas. Esperamos que este ano a gente consiga plantar mais de um milhão de árvores – disse Marilene Ramos.
 
Em 2008, o projeto Replantando Vida foi lançado pelo governador Sérgio Cabral. Este replantio está sendo feito por detentos do regime aberto e semi-aberto. No total, a Cedae plantou 11.021 mudas abrangendo os municípios de Cachoeiras de Macacu, Seropédica e Rio de Janeiro.
 
Na ocasião, também foram certificadas 98 instituições que aderiram ao programa Contador de Árvores da Mata Atlântica, no Dia C de 2009: 64 municípios, 34 ONGs e empresas. Para este próximo ato, a meta é plantar um milhão de árvores. Para alcançar esse montante, serão firmadas parcerias com escolas de todo o estado.
 
– A Secretaria de Educação tem um papel muito importante na área ambiental. Para este ano estamos planejando uma meta de serem plantadas um milhão de mudas com a parceria das nossas escolas e os nossos alunos. Se cada aluno plantar uma muda, esta meta estará cumprida. Esta é uma tarefa que merece a atenção de todos os jovens. Mapearemos escolas que tenham áreas escolares para que árvores sejam plantadas – explicou a secretária de Educação, Tereza Porto.
 
A finalidade deste ato é incentivar e monitorar o reflorestamento voluntário do bioma no Estado do Rio. Durante o evento, também foi assinado um Termo de Cooperação Técnica entre a Secretaria do Ambiente e o Serviço Florestal Brasileiro do Ministério do Meio Ambiente para o Inventário Florestal do Estado.
 
– Educação ambiental nada mais é do que uma mudança no comportamento; é um verdadeiro sentido na educação transformadora. Com isto, a pessoa passará do papel de ator para transformador. Hoje, o Brasil tem o menor índice de desmatamento de todos os anos. Não podemos deixar de forma alguma ser tirado o verde da nossa bandeira nacional – finalizou o ministro do Ambiente, Carlos Minc.

Fonte: Governo do Rio