Início Plantão Rio Denúncias podem ser feitas pelo Disque Transporte

Denúncias podem ser feitas pelo Disque Transporte

Durante a paralisação dos rodoviários, nesta segunda-feira, 24/5, uma equipe de gerenciamento da Subsecretaria de Fiscalização de Transportes (SubF) monitorou as frotas de ônibus das diversas empresas que prestam este serviço de transporte coletivo na cidade do Rio de Janeiro e esteve a postos para coibir as irregularidades e abusos denunciados pela população através do Disque Transporte.
 
Ônibus que apresentem condições que coloquem em risco os passageiros, tais como vidro trincado ou quebrado, bancos soltos, sistema elétrico com falhas, pneus carecas, entre outros, continuarão sendo apreendidos e as respectivas empresas penalizadas. Inclusive, a falta de cadastro junto à SMTR para operarem na condução remunerada de passageiros – o que significa circular clandestinamente pelas ruas com veículos e linhas “em condição pirata” – será fiscalizada e coibida.
 
Quanto aos taxis, motoristas que forem pegos cobrando valores abusivos, sem a utilização do taxímetro – conhecido popularmente como "tiro" – poderão ter a sua permissão cassada. De acordo com o subsecretário de Fiscalização de Transportes, Coronel PM Eduardo Frederico Cabral de Oliveira, “esta cobrança de valores é ilegal e pode resultar em penalidades administrativas, incluindo a máxima delas que significa a cassação da autonomia do permissionário do taxi”.
 
Vale ressaltar que os veículos penalizados, tanto ônibus quanto taxis, só poderão voltar a circular com passageiros quando tiverem os seus problemas solucionados junto à SMTR.
 
Disque Transporte: 2286-8010

Fonte: Secretaria Municipal de Transportes