Início Plantão Rio Deputados cobram soluções para segurança

Deputados cobram soluções para segurança

Disponibilização do prédio da Fundação Leão XIII, no Centro, para abrigar provisoriamente a 76 DP; gestão integrada entre o município, Polícia Militar, Polícia Civil, Nittrans e Guarda Municipal; encontro com o presidente do Tribunal de Justiça para decidir sobre a reforma do prédio da 76 DP; e maior efetivo de policiais e delegados, foram algumas das propostas apresentadas na reunião da Comissão de Segurança Pública da Alerj, realizada na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), no Centro de Niterói, ontem, dia 29/6, presididida pelo deputado Wagner Montes (PDT).
O deputado Comte Bittencourt (PPS), membro da Comissão, que solicitou que o encontro fosse para debater a segurança no município, lembrou que há questões pontuais que precisam ser solucionadas como a infraestrutura nas delegacias, o aumento do efetivo e se a 76 DP retornará a sua sede anterior na Avenida Amaral Peixoto. Neste sentido, o deputado agendou para a próxima terça-feira um encontro com o presidente do Tribunal de Justiça para debater esta questão. Outro assunto diz respeito ao prédio na Rua São João usado pela Fundação Leão XIII, como arquivo morto. Segundo Comte, este arquivo poderia ser deslocado para outro setor e este prédio poderia abrigar provisoriamente a 76 DP. Gestões junto ao Governo do Estado, segundo o deputado, serão feitas neste sentido. A reativação da delegacia do Barreto foi outra questão abordada pelo deputado.
O deputado Wagner Montes disse que a Comissão será interlocutora junto ao Estado para melhorar as condições das delegacias de Niterói.
— Os policiais em Niterói são "sacos de pancada — disse, acrescentando que não é uma reunião contra o Governo nem contra o secretário, mas um debate para levar propostas e idéias para o Poder Público.
O deputado Wagner Montes afirmou que vai avançar na aprovação da Lei Orgânica da Polícia, que evitará a politização na área policial.
O delegado Luiz Antonio Businaro, da 76 DP (Centro), lembrou que as obras do antigo prédio onde funcionava a delegacia deveria estar pronta em janeiro. O deputado Wagner Montes, em contato por telefone com o presidente do Tribunal de Jutisça, garantiu que o TJ só está aguardando o projeto do Governo do Estado para começar as obras. O presidente da Comissão aunciou também que o Governo vai disponibilizar 150 milhões de reais para construções de delegacias legais como a 76 DP e 81 DP (Itaipu).
Herald Espínola, da Delegacia regional de Polícia em Niterói, disse que os dois problemas maiores na cidade são o pequeno efetivo e a falta de estrutura e que aguarda um reforço prometido de 100 policiais. O Secretário de Segurança e Defesa Civil de Niterói, Marival Gomes, falou do trabalho integrado que já vem sendo feito com a Polícia Civil, a PM e a Guarda Municipal. O presidente do CDL, Joaquim Sequeira Pinto, disponibilizou o Cadastro do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) para ajudar a polícia na identificação dos criminosos.
Participaram ainda da reunião, os delegados Flávio Lourenço (81 DP), Mário Luis da Silva ( 77 DP), Reginaldo Guilherme ( 78 DP), Marcelo Pessoa, presidente do Conselho Comunitário de Segurança.
Fonte: Da redação