Início Plantão Rio Dez praias estão livres para o banho na Barra e Zona Sul...

Dez praias estão livres para o banho na Barra e Zona Sul do Rio

 

Dez praias estão recomendadas para o banho na Barra e Zona Sul do Rio neste final de semana, segundo o boletim de balneabilidade divulgado na sexta-feira (1º) pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea). As praias liberadas são Barra de Guaratiba, Barra da Tijuca, Recreio, Grumari, Prainha, Arpoador, Diabo, Copacabana, Leme e Vermelha.

 

Os banhistas devem evitar trechos das praias do Pontal de Sernambetiba (próximo ao Canal de Sernambetiba), Vidigal (com extravasamento de águas pluviais), Leblon (próximo ao Canal da Visconde de Albuquerque) e Ipanema (próximo ao Canal do Jardim de Allah). Não foram liberadas as praias da Joatinga, Quebra-Mar até Pepê, Pepino, São Conrado, Urca,Botafogo e Flamengo.

Nas ilhas do Governador e de Paquetá, nenhuma das praias está própria para banho, assim como as praias de Sepetiba, Recôncavo e Cardo. Na praia de Muriqui, deve-se evitar o trecho próximo ao canal. Em Magé, nenhuma das praias foi liberada.

Em Niterói, quatro praias recomendadas: Piratininga, Camboinhas, Sossego e Itacoatiara. Não foram liberadas as praias de Eva, Adão, Itaipu, Gragoatá, Boa Viagem, Flechas, Icaraí, São Francisco, Charitas e Jurujuba. Três praias de Maricá estão liberadas: Maricá, Itaipuaçu e Ponta Negra.

As praias do Forte, Conchas, Peró, Palmeiras e Foguete, em Cabo Frio, estão aptas para o banho. Em Arraial do Cabo, o banho está liberado nas praias de Monte Alto, Pontal, Grande e Prainha e não foram recomendados nas praias dos Anjos. Na praia de Figueira, os banhistas devem evitar os trechos com sinais de poluição.

Araruama tem nove praias liberadas: Seca (lagoa), Nobres, Areal, Pontinha, Amores, Coqueiral, Barbudo, Gavião e Bananeiras. As praias do Hospício, Centro e Iguabinha não foram recomendadas.

O Inea alerta que, em caso de chuva, o banho de mar deve ser evitado por 24h. O boletim de balneabilidade das praias pode ser consultado no site do Inea (www.inea.rj.gov.br).

 

 

Fonte: Governo do Rio