Início Plantão Rio Disseminação da cultura da propriedade intelectual

Disseminação da cultura da propriedade intelectual

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno, e o presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), Jorge Ávila, assinaram acordo de cooperação técnica para a disseminação da cultura da propriedade intelectual e para fortalecer a inovação.
O convênio visa ampliar o número de rgistro de patentes no estado do Rio de Janeiro, que hoje se encontra em quarto lugar, atrás de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Além disso, visa estimular o uso da propriedade intelectual como diferencial competitivo, não somente no mercado nacional, como também em relação ao mercado internacional.
– O momento de aproximação entre o Governo e o INPI é óbvio, necessário e me deixa muito feliz ver que o instituto está ocupando o lugar dele no estado, que é o da centralidade da inovação – disse o secretário, ressaltando que a criação de centros de tecnologia no Estado, como o Parque Teconlógico, na Ilha do Fundão e o Distrito Verde, na Ilha de Bom Jesus, são bons exemplos da atenção redobrada que o Estado está destinando ao segmento de inovação.
O acordo prevê a realização de palestras e visitas técnicas em instituições públicas, privadas e associações do Estado do Rio de Janeiro com o propósito de, dentre outros aspectos, incentivar o uso do sistema de proteção intelectual, registro de indicações geográficas e o depósito de patentes. A realização de cursos sobre o sistema de propriedade intelctual é outro destaque do convênio.
Para atingir os objetivos do presente acordo, a Secretaria de Desenvolvimento e o INPI elaboraram um Programa de Fomento à Geração, Proteção e Comercialização da Propriedade Intelectual, principalmente entre os Arranjos Produtivos Locais (APLs) identificados pela Secretaria no Estado.

Fonte: Governo do io