Início Sem categoria Empresas suecas compartilham inovações com o Brasil

Empresas suecas compartilham inovações com o Brasil

 

Em apenas seis horas, a água da torneira se torna potável com o uso da energia solar. Por meio de uma tecnologia inovadora, rastreadores oculares dão voz a pessoas com necessidades especiais. Essas e mais 18 inovações revolucionárias estarão presentes na exposição promovida pelo Instituto Sueco, que será inaugurada no dia 28 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro.

 

A exposição, que ficará disponível para visitação do público até 08 de julho, é uma das atrações da Semana da Inovação Brasil-Suécia: Inovação para o Desenvolvimento Sustentável, promovida pelo governo da Suécia, por ocasião da Rio 20. Serão apresentados 20 problemas enfrentados pela sociedade nas áreas de tecnologia limpa, jogos e tecnologias da informação e da comunicação (TIC) e ciências da vida, além de exemplos de como projetos inovadores podem ser aplicados para encarar esses desafios. Em formato interativo, a exposição reúne dez estandes cilíndricos, em que cada um apresenta dois problemas e duas soluções.

 

Em um deles, por exemplo, a empresa Solvatten, mostra como é possível obter água potável utilizando somente energia solar. A grande inovação promete fazer sucesso não só dentro das casas, mas também em áreas com pouquíssimos recursos. O recipiente portátil que utiliza raios ultravioleta, calor e um filtro incorporado para limpar a água contaminada surge como solução para um dos mais temidos problemas ambientais: a escassez de água potável. A invenção sueca, patenteada, elimina microrganismos que causam doenças transmitidas pela água, transformando-a em potável conforme critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

O evento também mostrará detalhes da nova tecnologia da empresa sueca Tobii, que permite aos computadores detectar exatamente o que os usuários estão procurando. Com o controle dos olhos, deficientes com paralisia cerebral podem interagir com um computador usando o olhar para apontar, selecionar e escrever textos. A invenção tem outras aplicações práticas, como por exemplo, identificar o que mais atrai um cliente como a embalagem mais chamativa, o melhor local para um banner de publicidade, ideal para o mercado de empresas que estudam o comportamento dos consumidores.

 

Outra novidade que estará na exposição é o programa da empresa Ozma, que fortalece situações sociais e experiências de comunicação por meio de brincadeiras e jogos. O objetivo é desenvolver indivíduos e melhorar a comunicação nas  organizações. Por meio de um game, o programa educa e integra colegas de trabalho, aproxima a empresa dos clientes e pode ser usado para gestão de mudança. Trata-se de um jogo que contempla exercícios, tarefas e desafios, mexe com a inspiração, a criatividade e a reflexão dos participantes.

 

Os visitantes também poderão ter a verdadeira experiência de se sentir dentro de um jogo com a inovação da empresa JDome. A invenção conta com um projetor que amplia o campo de visão do participante dando a sensação de enxergar nove vezes mais do que em uma tela normal. O experimento promete uma envolvente aventura no mundo 3D usando apenas jogos e softwares de ultima geração. Utilizado em vários programas de treinamento militar, além de aumentar o realismo e a consciência de espaço, o jogo ajuda na condução, coordenação, formação e sistemas de grande escala de treinamento tático de soldados.

 

A exposição Suécia Inovadora já marcou presença na América do Norte, em cidades como Stanford, Washington (EUA) e Toronto (Canadá). No Brasil, ficará aberta ao público de 29 de maio – durante a semana da inovação – a 08 de julho de 2012. Depois do Rio de Janeiro, a mostra irá a Pequim e a Shanghai na China.

 

Sobre a Suécia

Líder no ranking de inovação do Fórum Econômico Mundial e com a capital Estocolmo eleita pela União Europeia como a primeira Capital Verde do Continente, a Suécia é um país em constante e acelerada transformação, com grande capacidade de se adaptar aos novos desafios globais. A principal vertente do sucesso do sistema de inovação sueco é o tripé formado pelas áreas acadêmica, de empreendedorismo e governamental. Essa dinâmica é um dos principais motivos de a Suécia ser origem de importantes inovações mundiais como o bluetooth, chave inglesa (é sueca!), cinto de segurança de três pontos, zíper, fósforo, Skype, telefone celular, marca-passo, cortador de grama, aspirador de pó, dinamite, ultrassom, entre outros.

 

Os primeiros contingentes de imigrantes suecos chegaram ao País em 1890. Os investimentos no Brasil começaram com a pioneira Ericsson em 1924. Aumentaram e se diversificaram a partir de 1946, concentrando-se em São Paulo, onde em 1953 foi estabelecida a Câmara de Comércio Sueco-Brasileira. A proximidade pode ser percebida pela presença de grandes e importantes empresas suecas no Brasil como Volvo, Scania, Electrolux, ABB, Tetra Pak, Stora Enso etc.

 

A rainha da Suécia, Silvia Renate Sommerlath, embora tenha nascido na Alemanha, foi criada em São Paulo dos 3 aos 13 anos de idade. Dona de português fluente, é filha de mãe brasileira e pai alemão. A rainha, muitas vezes, visita o Brasil para acompanhar os projetos da ONG World Childhood Foundation, fundada por ela para auxiliar crianças e adolescentes expostos à violência.

 

Curiosidades

    O Cristo Redentor no Rio de Janeiro é feito de cimento sueco, da fundição de cimento Skane, hoje Skanska.
    A Suécia organizou a primeira conferência mundial sobre o meio ambiente em 1972.
    A ASEA (atual ABB) construiu o primeiro bondinho no Pão de Açúcar.
    A empresa sueca Ericsson instalou o primeiro telefone do Brasil no palácio de D. Pedro II.
    O Brasil é o maior importador da América Latina de ferro e aço sueco.

 

Serviço:

Semana da Inovação Brasil-Suécia: Inovação para o Desenvolvimento Sustentável

De 28 de maio a 1° de junho de 2012, no Rio de Janeiro

Eventos:

Conferência – Planetário da Gávea

Dia 28 de maio, das 8h às 17h (gratuito mediante inscrição antecipada pelo [email protected])

Innovation Race – Planetário da Gávea

De 28 de maio (a partir das 17h30) a 1° de junho (gratuito e aberto a visitação do público durante a competição)

Exposição “Suécia Inovadora” – Centro Cultural Banco do Brasil

De 29 de maio a 08 de julho de 2012 (gratuita e aberta ao público das 09h às 21h)

 

Endereços:

Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro – Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea – Rio de Janeiro

Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Primeiro de Março, 66 – 4° andar – Centro – Rio de Janeiro

 

FONTE: SA Comunicação