Início Plantão Rio Estado inaugura a nova sede do IML

Estado inaugura a nova sede do IML

O Governo do Estado do Rio de Janeiro inaugura nesta segunda-feira (5), às 15h, as instalações da nova sede do Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto (IMLAP), na Avenida Francisco Bicalho, esquina com Francisco Eugênio, em São Cristóvão. A solenidade será presidida pelo governador Sérgio Cabral e contará com a participação do vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, e autoridades do estado e do município.

Com uma área total de 4,8 mil metros quadrados, distribuídos em quatro andares e com 150 salas construídas, foram investidos pelo Estado cerca de R$ 32,2 milhões, sendo R$ 16,8 milhões nas obras civis, R$ 10,1 milhões em mobiliários e equipamentos para laboratórios e consultórios, R$ 3,7 milhões em equipamentos importados de necropsia, R$ 1,5 milhão em tecnologia. Destes recursos, R$ 7 milhões foram investidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, através de parceria com o Governo do Estado.

Dotado de ar-condicionado central, o IML contará com duas recepções independentes: a de acesso às clínicas médicas será destinada às pessoas que procuram o instituto para exames de corpo de delito e deverá concentrar 80% do movimento do prédio. A segunda é destinada às famílias das vítimas de óbitos. Ao lado desta recepção, haverá uma sala especial para reconhecimento de corpos pelas famílias e um espaço ecumênico. Há ainda um espaço destinado aos refeitórios e dormitórios para os funcionários, além de biblioteca e auditório.

O projeto do prédio do IML foi desenvolvido pelo Grupo Executivo do Programa Delegacia Legal (órgão vinculado à Secretaria de Estado de Obras) em conjunto com os técnicos e peritos do IMLAP.

– Uma das novidades do novo IML foi a implantação no auditório, com capacidade para 75 pessoas, de equipamento multimídia para transmitir as necropsias via rede interna para estudantes de medicina e direito. Além disso, com os recursos disponíveis no Instituto haverá possibilidade de convênios com universidades e outros centros de pesquisas –, comentou César Campos, coordenador do Programa Delegacia Legal.

O IML contará com duas recepções independentes, uma para clínicas médicas destinada para exames de corpo de delito e a segunda para as famílias das vítimas de óbitos. Ao lado desta recepção, haverá uma sala especial para reconhecimento de corpos pelas famílias e um espaço ecumênico. Há ainda ambientes destinados aos refeitórios e dormitórios para os funcionários, além de biblioteca e auditório.

Necropsia

Instalado no primeiro pavimento, o setor de necropsia do novo IML terá capacidade para realizar até oito necropsias por hora em até 40 corpos por dia. Neste setor foram instalados os equipamentos adquiridos junto à empresa norte-americana Thermo Scientific. Entre eles as modernas câmeras frigoríficas, mesa de embalsamamento, oito mesas especiais de necropsia com exaustão dos vapores descendente, duas estações de macroscopia (tratamento de tecidos do corpo humano), 18 macas (inclusive três com elevadores hidráulicos e balança digital acoplada), macas de polipropileno próprias para RX e ainda duas para corpos obesos, entre outros equipamentos.

Clinica Médica

O novo IML é composto por três consultórios de clinica médica, sendo um para presos custodiados (1º pavimento) e mais cinco consultórios para neurologia, odontologia, oftalmologia, otorrinolaringologia e psiquiatria, instalados no segundo piso. O acesso aos consultórios será feito diretamente pela recepção da Clínica Médica, sendo que os portadores de necessidades especiais poderão utilizar os elevadores. Os consultórios servem para realização de perícias médicas, exames de corpo de delito e auxílio às famílias atendidas no setor de necrotério.

Laboratórios

O novo IML contará com seis laboratórios forenses, sendo que os de Toxicologia, Patologia, Análises Clínicas e Apoio estão instalados no terceiro pavimento e os de Odontologia e Necropapiloscopia junto ao setor de necropsia (1º pavimento). Cada laboratório tem uma sala de pré-análise de acordo com as suas peculiaridades e os objetivos da investigação onde as amostras são efetivamente analisadas. Definidos pelos técnicos e peritos do Instituto Médico Legal, os laboratórios serão dotados de modernos equipamentos.

Além disso, no terceiro pavimento ficará o Depósito de Evidências Criminais (DEC), que fica estrategicamente posicionado junto ao acesso do futuro prédio do Instituto de Criminalística Carlos Éboli – ICCE.

Tecnologia do Instituto

O IML também foi equipado com sistema integrado de telecomunicações e automação predial composto por módulos de rede de dados e telefonia, monitoramento através Circuito Fechado de Televisão (CFTV), controles de acessos, sistemas de alarmes e pânico, e recursos de multimídia com a possibilidade de transmissão de necropsias para o auditório do Instituto. Todas as áreas sensíveis do prédio do IML, que possuem acessos restritos, serão controladas através de biometria, cartões de proximidade e senhas.

A central telefônica instalada no IML permite múltiplas programações, pois interage com os Módulos de Controle de Acesso, Controle de Atendimento, Alarme de “Pânico” e Incêndio com acionamento por meio dos ramais. Cada sala terá um ramal telefônico com teclas de atalhos representando ‘pânico’, ‘incêndio’, entre outras a serem programadas. Havendo necessidade de acionamento destas teclas, automaticamente a sala de monitoramento e controle capta a imagem da câmera mais próxima do local do incidente e alerta as equipes de segurança e/ou brigada de incêndio responsável pelo atendimento do sinistro.

Meio ambiente

O projeto do novo IML previu a implantação de modernas técnicas de controle ambiental, que envolvem a eliminação de odores e uma estação de tratamento de efluentes (ETE), além da utilização de equipamentos com tecnologia reconhecida internacionalmente. Além da ETE, foi instalada uma estação para tratamento de gases (lavador de gases) ligado aos laboratórios e às salas de necropsia, evitando o histórico odor gerado no antigo IML.

O antigo prédio do Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto, localizado à Rua dos Inválidos, foi inaugurado em 31 de dezembro de 1949 pelo então presidente da República, General Eurico Gaspar Dutra. A homenagem ao médico Afrânio Peixoto deve-se ao fato da grande produção pelo acadêmico de obras de cunho médico-legal-científica. 

Fonte: Governo do Estado RJ