Início Plantão Mundo EUA determinam que blogueiros devem ter mesma proteção jurídica de jornalistas

EUA determinam que blogueiros devem ter mesma proteção jurídica de jornalistas

Um tribunal de recursos de São Francisco, na Califórnia (EUA), determinou na quarta-feira (25/6) que blogueiros, mesmo que não sejam profissionais do jornalismo, devem ter o mesmo nível de proteção contra processos por difamação que os repórteres tradicionais.

 

 

  
A reportagem relatava a condenação de executivos de uma empresa por fraudar clientes. A blogueira decidiu investigar e acusou, em sua página, o advogado Kevin Padrick, administrador judicial da falência, de utilizar informações privilegiadas para confiscar os demais ativos para ele e sua empresa, Obsidian Financial Group.
 
 
 
 
Padrick e a companhia processaram Crystal Cox em 2011, por difamação. Em primeiro grau, o juiz condenou a blogueira por danos no valor de US$ 1,5 milhão para o advogado e US$ 1 milhão para a Obsidian. Segundo ele, a blogueira falhou em provar seu status de jornalista.
 
 
 
 
O juiz Andrew Hurwitz, entretanto, argumentou que “ela tem direito às proteções tradicionais da lei que trata da difamação”. O magistrado remeteu a ação para o tribunal e instruiu que, para seguir com o processo, os autores deveriam provar que o que ela escreveu era falso.  
 
 
 
 
“As proteções da Primeira Emenda da Constituição à liberdade de expressão não distingue se o demandado é ou não um jornalista treinado, formalmente empregado por uma empresa tradicional de comunicação, que foi além da reportagem publicada por um jornal e tentou revelar outros lados da história”, concluiu o tribunal de recursos.
 
 
 
 
O professor de Direito da Universidade da Califórnia de Los Angeles, Eugene Wolokh, que representou a agente imobiliária no tribunal de recursos, afirmou que o principal significado da decisão dos juízes foi a de que a mídia não institucional deve ser tratada da mesma maneira que a institucional.
 
 
 
 
“A decisão é importante porque blogueiros não ligados à mídia também ajudam a divulgar muitas informações. Da mesma forma que a imprensa institucional precisa ter confiança de que pode se expressar, sem ficar sob a ameaça de processo tão facilmente, os blogueiros também precisam dessa proteção. Ao mesmo tempo, todo mundo sabe que há remédios judiciais contra a denúncia irresponsável pela Internet”, ponderou o especialista Thomas Goldstein.
 
 
PORTAL IMPRENSA