Início Plantão Mundo Federico Franco assume Presidência do Paraguai dizendo que mudança é legítima

Federico Franco assume Presidência do Paraguai dizendo que mudança é legítima

Menos de uma hora depois do impeachment do presidente do Paraguai, Fernando Lugo, o vice-presidente Federico Franco assumiu a Presidência do país. Em cerimônia no Congresso Nacional, Franco disse que a mudança no Poder é legítima.

 

“Esta transição se realiza dentro da ordem constitucional e de forma alguma põe em risco a vigência da democracia”, disse. Franco deve ficar no comando do Paraguai até agosto de 2013, quando novas eleições gerais serão realizadas.

O novo presidente pediu ainda apoio de todos os setores da sociedade, partidos políticos e movimentos sociais a seu governo. “A única maneira de levar adiante o desenvolvimento do paraguaio é com a união de todos os setores, partidos políticos e movimentos sociais”.

 

Antes do pronunciamento de Franco, Fernando Lugo disse, em rede nacional, que acatava a decisão do Parlamento, mas que a democracia do país foi agredida.

 

O processo de impeachment de Lugo durou 24 horas. A Câmara dos Deputados abriu o processo  a maioria do Senado aprovou a saída do ex-bispo católico da Presidência do país.

 

Os parlamentares consideraram Lugo culpado pelo confronto entre camponeses e policiais em uma fazenda na semana passada, que culminou na morte de 17 pessoas, episódio que se transformou no estopim da crise política paraguaia. Os advogados alegaram não haver provas de que Lugo teve mau desempenho nas funções como presidente.

 

Federico Franco, de 49 anos, foi governador do Departamento Central, de 2003 a 2008. No final de 2007, se afastou do cargo para concorrer às eleições na chapa junto com Lugo, eleita em abril de 2008. Ele integra o Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), uma doas maiores legendas do Paraguaio. O PLRA apoiou a destituição de Lugo.

 

Fonte: Agência Brasil