Início Plantão Rio Feira da Roça é sucesso em Santa Maria Madalena

Feira da Roça é sucesso em Santa Maria Madalena

O município serrano de Santa Maria Madalena, que possui a agricultura e o turismo como principais atividades econômicas, ganhou um novo atrativo: a Feira da Roça, uma iniciativa conjunta da Secretaria de Agricultura e Pecuária, através da Emater-Rio, da Prefeitura Municipal e dos agricultores familiares. A ideia foi colocada em prática no início de abril e a feira acontece semanalmente, nas manhãs de quinta-feira, no centro da cidade, das 7h às 13h.

 

 

No local, são vendidos legumes, frutas, verduras, mel, doces, produtos derivados do leite e da agroindústria local, das localidades rurais de Terras Frias, Dr. Loretti, Alto Imbé, Ribeirão Santíssimo e Km 17. Segundo o supervisor da Emater-Rio no município, Chaul Buchaul, são dez barracas padronizadas e 14 participantes, com a possibilidade de ampliar essa capacidade, caso novos produtores anunciem adesão à feira.

 

 

De acordo com o secretário de Agricultura de Santa Maria Madalena, Carlos Magno Vahia, o poder público e os agricultores estão se reunindo todas as semanas para discutir os erros, acertos e possíveis ajustes da feira, que já movimenta mais de R$ 3 mil por edição.

 

 

Com quase vinte anos de experiência na lavoura, o produtor rural Valdinei Freire Viana comercializa alface, cheiro-verde, agrião, três variedades de banana, inhame, jiló, vagem e tomate, o produto campeão de vendas de sua barraca. Ele afirma que já colhe resultados satisfatórios.

 

 

– Tudo o que oferecemos ao nosso cliente é fruto do trabalho da minha família. Aqui vendemos em maior quantidade e a possibilidade de lucro é bem maior – explicou Valdinei, que também participa, aos domingos, da feira de Conceição de Macabu, no Norte Fluminense.

 

 

Já o produtor Gilmar Carino possui uma agroindústria familiar no município, há mais de vinte anos. Seu estabelecimento integra o Programa Prosperar, da Secretaria estadual de Agricultura e Pecuária, que tem como objetivo aumentar a oferta de emprego e renda na área rural. Na feira, ele oferece três variedades de queijo: curado, minas frescal e o frescal condimentado.

 

 

A dona de casa Erotides Valente, do bairro Girassol, esteve apenas uma vez na feira, mas promete voltar. Ela disse que o preço e a qualidade dos alimentos são os maiores atrativos. Opinião parecida tem a dona de casa Sueli Mendes, do centro, que frequenta a feira desde o início.

 

 

– Venho aqui para dar oportunidade aos conterrâneos. Hoje comprei banana e pimentão, mas na próxima semana levarei outros produtos – informou.

 

Fonte: Governo do Rio