Início Plantão Rio Fiscalização de ônibus intensificada na Zona Oeste

Fiscalização de ônibus intensificada na Zona Oeste

A Subsecretaria de Fiscalização de Transportes (SubF) iniciou o mês de junho intensificando as inspeções direcionadas em ônibus e ampliando as áreas fiscalizadas no município. Hoje, dia 2, o alvo foi a empresa Viação Oeste Ocidental, que teve 100% dos seus veículos reprovados durante a ação dos fiscais da SubF, no Terminal Rodoviário de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.
 
Recém inserida no ranking trimestral elaborado pela Ouvidoria da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), a Ocidental teve seis veículos de sua frota fiscalizados durante a manhã desta quarta-feira, no Terminal, e todos foram retirados de circulação por apresentarem irregularidades, tais como extintor de incêndio vencido, falta de sinalização e ausência dos seguintes certificados: Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV); dedetização; e de autorização junto à SMTR para a circulação de passageiros pela cidade com fim remunerado, o que significa que o coletivo estava circulando de forma clandestina (“pirata”).
 
Os fiscais da SMTR também constataram outro tipo de irregularidade: um dos coletivos da Ocidental estava com as suas características adulteradas, já que o veículo encontrava-se cadastrado junto à SMTR em nome de outra empresa de ônibus.
 
Ações direcionadas
A SubF tem direcionado as suas ações baseada nos dados que são sinalizados em um ranking elaborado trimestralmente pela Ouvidoria da SMTR, que recebe e analisa, diariamente, as insatisfações da população quanto ao serviço de transporte urbano na modalidade ônibus.
 
A partir das informações, a Ouvidoria da SMTR faz uma estatística e classifica as empresas de ônibus de acordo com o resultado negativo que cada uma delas obteve, individualmente, no período. As empresas que ocupam os cinco primeiros lugares neste ranking têm recebido a prioridade da Subsecretaria quanto às fiscalizações.
 
Balanço de três meses
Em três meses de atividades ininterruptas – março, abril e maio -, os fiscais da SubF fiscalizaram um total de 398 ônibus e reprovaram 208 deles.
 
Irregularidades
Apesar da documentação irregular constatada em parte dos veículos penalizados, a má conservação continua entre os itens que mais grande incidência nos coletivos, como vidro trincado, bancos soltos, sistema elétrico com falhas, pneus carecas, entre outros.
 
A SubF ressalta que os veículos penalizados só poderão voltar a circular com passageiros quando tiverem os seus problemas solucionados junto à SMTR. Para mais informações, os usuários podem entrar em contato pelo Disque Transporte da SMTR (2286-8010).

Fonte: Secretaria Municipal de Transportes