Início Plantão Rio Fiscalização sobre empresas de ônibus

Fiscalização sobre empresas de ônibus

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) passa a divulgar trimestralmente o ranking das empresas de ônibus com o maior número de reclamações de usuários relacionadas à prestação do serviço, que servirão de parâmetro para as ações pontuais de fiscalização. De novembro de 2009 a janeiro deste ano, já com o emprego da nova metodologia de fiscalização direcionada, foram listadas as cinco empresas com os maiores índices de pontos negativos: Breda (35,53), Campo Grande (30,24), Zona Oeste (29,66), Amigos Unidos (19,93) e Estrela Azul (19,20).

A partir das reclamações repassadas à Ouvidoria do órgão pelos usuários, que passam a desempenhar o papel de fiscal virtual, a Secretaria vai manter o ranking, com foco nas operadoras que detém maior número de pontos em multa virtual. Essa nova fiscalização cumpre as seguintes fases: entrada da reclamação; processamento da multa virtual; ponderação (análise considerando o IDH da região do reclamante e frota da empresa), totalização dos pontos; e a classificação final.

"As empresas que forem alvo da fiscalização direcionada serão submetidas a um verdadeiro processo de malha fina. O nosso efetivo de fiscalização vai atrás das irregularidades apontadas pelos usuários e de tudo o que estiver de errado com essas empresas. Nosso objetivo é fazê-las melhorar a qualidade do serviço prestado para sair do topo da lista no próximo ranking", explica o secretário muncipal de Transportes, Alexandre Sansão.

Entre as reclamações dos fiscais virtuais, e que deram margem à elaboração do ranking no último trimestre, destacam o não atendimento do sinal de parada para embarque e desembarque; mau estado dos bancos; comprometer a segurança de terceiros; alterar ou não concluir itinerário autorizado do veículo; transportar passageiros em excesso por linha e falta de limpeza interna e externa do ônibus. Todos esses itens fazem parte do Código Disciplinar de Transportes do Município do Rio.

Com base nos dados da fiscalização direcionada, a Subsecretaria de Fiscalização já iniciou os trabalhos. Do último dia 3 até hoje dez ônibus foram retirados de circulação, sendo removidos para depósito púbico.

 

Fonte: Prefeitura do Rio