Início Destaque Governador do RJ irá fiscalizar hospitais

Governador do RJ irá fiscalizar hospitais

O incêndio que atingiu o Hospital Federal de Bonsucesso na terça-feira, dia 27 de outubro, causou a morte de três pacientes que estavam internados na unidade de saúde – a maior da rede pública do Rio de Janeiro.

No mesmo dia à noite, o Corpo de Bombeiros recomendou que o hospital esvaziasse dois dos seis prédios que formam o complexo hospitalar. Estavam internados nos edifícios quase 300 pacientes, que seriam transferidos para outras unidades de saúde.

Os bombeiros começaram a combater o fogo na manhã de terça. Uma “luta” que seguiu durante todo o dia. A corporação permanecia fazendo o rescaldo no Prédio 1 da unidade até as 20h, e a expectativa era de que o trabalho avançasse durante a madrugada.

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), se reuniu nesta quarta-feira (28) com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e discutiu assuntos como regime de recuperação fiscal, projetos de infraestrutura e vacinação contra Covid-19. À CNN, Castro contou sobre o que foi abordado na reunião e comentou sobre o incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso.

Ele disse que ligou para o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, lamentando o ocorrido, e colocou o estado à disposição, com hospitais e bombeiros, para que se possa determinar de quem é a responsabilidade.