Início Plantão Rio Hospital Dona Lindu realiza 5.500 cirurgias em dois anos de funcionamento

Hospital Dona Lindu realiza 5.500 cirurgias em dois anos de funcionamento

 

Realizando cirurgias de ortopedia e trauma, de média e alta complexidade, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu completa dois anos de funcionamento, totalizando cerca de 5.500 cirurgias. Unidade é a primeira em atendimento ao trauma no País e a segunda em cirurgias ortopédicas de alta e média complexidades. Com gestão compartilhada entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), a unidade foi inaugurada em junho de 2010, em Paraíba do Sul, no interior do Rio de Janeiro, para realização de cirurgias eletivas em pacientes do Sistema Único de Saúde, referenciados através do Sistema Estadual de Regulação.

 

 

Em busca de oferecer atendimento a mais pacientes, o hospital investe na expansão de sua estrutura, com mais duas salas cirúrgicas, além das quatro já existentes.

 

– Com estas condições, o D. Lindu irá aumentar a capacidade para a realização de cirurgias, o que irá determinar maior resolutividade no cenário de trauma e ortopedia, de média e alta complexidade, do Estado – disse o diretor executivo, Artur Hummel.

 

 

O hospital, destaque na saúde pública, realiza mensalmente, 300 cirurgias, 2.700 atendimentos ambulatoriais e 14.000 exames. Visando garantir maior confiabilidade e segurança ao atendimento, o cuidado com o paciente é priorizado em todos os âmbitos, desde a regulação para a primeira consulta, passando pela realização da cirurgia até as orientações de procedimentos pós-alta.

 

 

Os atendimentos são realizados por uma equipe especializada, composta por 260 funcionários, 187 contratados e 86 médicos. Além disso, desde março, a unidade conta com Residência Médica em Ortopedia, aprovada pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Sociedade Brasileira de Ortopedia.

 

 

Humanização – A estrutura e a habilitação do corpo funcional são potencializados pela humanização da assistência. Reflexo do conjunto de ações é o alto índice de satisfação dos pacientes – 97% muito satisfeitos, indicador constatado através de pesquisa realizada com 100% dos internados no hospital, seguindo moldes da Ouvidoria do Estado. A fim de aumentar a confiabilidade do paciente, o Hospital Dona Lindu investe na qualidade dos procedimentos da assistência buscando a certificação hospitalar, pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Método de avaliação, aplicado exclusivamente em instituições de saúde, com o objetivo de verificar a realização dos procedimentos com base na segurança do paciente, a Acreditação Hospitalar gera uma assistência de qualidade, diminui riscos e promove benefícios, para os pacientes, para a equipe e para a instituição.

 

 

Agregando a qualidade do hospital está implantado o Protocolo de Cirurgia Segura, que objetiva tornar as intervenções cirúrgicas mais seguras para os pacientes, precavendo erros em procedimentos, assim como a ocorrência de complicações pós-cirúrgicas. De acordo com a política do protocolo, foram instalados, em todas as salas cirúrgicas, quadros com as listas de verificação – sign in (antes da indução anestésica), time out (antes da incisão cirúrgica), sign out (antes do paciente ser retirado da sala cirúrgica), que permitem que a equipe acompanhe a conduta adequada para cada etapa do processo cirúrgico.

 

 

Pela literatura médica estrangeira, conforme publicado na Revista Acadêmica: Journal of Hospital Infection, o índice de Infecção Hospitalar é preconizado em 5% para as Cirurgias Ortopédicas, e a taxa média do Hospital Dona Lindu, de janeiro de 2011 a maio de 2012, é de 2,09%, resultado de um trabalho realizado tanto no atendimento no hospital como na vigilância pós-alta. Os pacientes que realizaram cirurgia na unidade são contatados, por telefone, um mês após o procedimento, para que respondam algumas questões que expressem indícios de infecção e, caso identifique suspeita, é agendada consulta com infectologista.

 

 

Capacitação – Com foco também em seus funcionários, o Hospital Dona Lindu desenvolve a capacitação profissional através de cursos e treinamentos. Desde a inauguração, foram ministrados cerca de 550 treinamentos a funcionários da unidade. Os treinamentos oferecidos são diversificados para atender a demanda dos serviços, na certeza de que uma equipe qualificada desempenha suas funções com maior propriedade e resolutividade.

 

 

Fonte: Governo do Rio