Início Plantão Barra Imprensa Oficial terá estande na Bienal do Livro

Imprensa Oficial terá estande na Bienal do Livro

A Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro terá em setembro, entre os dias 10 e 20, a sua décima quarta edição. Consolidado como um dos principais eventos da cidade, a grande festa do livro recebeu em sua última edição, em 2007, um público de 645 mil pessoas, sendo 170 mil estudantes, ao longo de 11 dias. Este sucesso é reflexo de uma das principais marcas da Bienal do Livro do Rio, em especial da programação cultural: a inovação. O Governo do Estado também estará presente: um estande da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro oferecerá aos visitantes um novo espaço que vai aproximar ainda mais os leitores do universo literário.

O presidente da Imprensa Oficial, Haroldo Zager, anunciou na 40ª Reunião da Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (ABIO), que a empresa este ano vai "inundar o Rio de Janeiro de livros". Entre outras frentes de atuação, a Bienal do Livro é mais uma utilizada pelo Governo do Estado para levar novas oportunidades de leitura ao cidadão.

Segundo Zager, a empresa vai publicar na edição 2009 da Bienal do Livro clássicos da literatura brasileira para serem distribuídos gratuitamente. Cada livro será produzido em grandes tiragens, em torno de 100 mil exemplares, para serem encaminhados sem custo às mãos dos leitores. Além de obras literárias, a Imprensa Oficial também colabora com a Secretaria de Educação, publicando títulos de livros didáticos para serem empregados em sala de aula.

A distribuição de livros é uma preocupação da Imprensa Oficial fluminense, cujo estande se tornou o único a oferecer seus títulos gratuitamente ao público durante a última Bienal do Livro do Rio, em 2007. Na ocasião, foram doados cerca de 16 mil exemplares de livros do catálogo da empresa, além de dois novos lançamentos editados especialmente para o evento – O Rio de Janeiro no Tempo dos Vice-Reis, de Luís Edmundo, e A Alma Encantadora das Ruas, de João do Rio.

O objetivo da organização da Bienal é trazer novas experiências ao público do evento, unindo o que já é consagrado, o que é sucesso há cinco edições, com novidades. Para a edição 2009, as inovações da programação cultural contemplam três novos formatos – Floresta de Livros, voltado para o público juvenil e escolar; Livro em Cena, leitura de trechos selecionados de obras de importantes escritores brasileiros; e Mulher & Ponto!, espaço dedicado ao público feminino, que representa mais da metade do número de leitores no país.

Este ano os visitantes terão acesso à exposição José Olympio – O Editor e Sua Casa, uma homenagem a um dos principais editores do século passado, responsável pela publicação de obras de nomes como Gilberto Freyre, Guimarães Rosa, Graciliano Ramos e Jorge Amado, e ao Café Literário. O espaço para bate-papo informal e intimista também está na programação da Bienal 2009. Autores brasileiros e internacionais são convidados a debater temas em sessões descontraídas sobre processo de criação, ideias, livros, personagens e gêneros.

A cada nova edição, a Bienal do Livro Rio elege um país de forte expressão cultural como homenageado. Em um ano repleto de expectativas, o evento escolheu quem é foco de atenção e referência para todo o mundo: os Estados Unidos. Uma delegação de autores americanos marcará presença no evento, participando com destaque da programação cultural.

A organização da Bienal e os representantes da comissão americana estão trabalhando em parceria para assegurar uma participação do país ao longo dos 11 dias de evento. Já estão confirmadas as presenças de nomes fortes da Literatura dos Estados Unidos, de gêneros variados, como David Wroblewski, Dash Shaw e Meg Cabot, entre outros.

A Bienal Internacional do Rio de Janeiro será realizada no Riocentro – Av. Salvador Allende, 6.555 – Barra da Tijuca.

 

Fonte: Governo do Rio