Início Plantão Brasil INCA: Estudos e luta pela vida!

INCA: Estudos e luta pela vida!

O mundo moderno, o avanço tecnológico, a globalização trazem, sem dúvida, muitos benefícios. Mas, por outro lado, os muitos compromissos, a degradação ambiental e o estresse cotidiano também geram muitos malefícios à saúde do ser humano. É fundamental sempre nos cuidarmos bem! A nossa saúde, nosso maior patrimônio, tem de estar sempre em primeiro lugar. E, infelizmente, vemos, nos dias de hoje, aumentarem consideravelmente casos de doenças, como por exemplo, o câncer; doença apontada por muitos como um dos grandes males do “mundo moderno”.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA), instituição existente desde 1937, através de muita seriedade, estudos, pesquisa e história, comprova que vários tipos de câncer têm cura; desde que detectados a tempo de serem tratados. Por isso, a instituição afirma que é importantíssimo fazer-se exames clínicos regularmente.

“Num exame de rotina descobri algo de diferente em minha mama. Procurei imediatamente um especialista, fiz exames e passei por uma cirurgia e por um tratamento. Mas, Graças a Deus, descobri o problema a tempo de ser tratado”; afirma uma senhora, moradora da Freguesia, Jacarepaguá. Por esse depoimento, temos uma idéia da importância de se cuidar, dos exames preventivos, de se estar em dia com as idas aos profissionais médicos. A orientação médica nos é imprescindível para manutenção de nossa saúde.

ATENÇÃO E CUIDADOS

Segundo informações e recomendações do INCA, mulheres com idade entre 25 e 59 anos devem realizar exame preventivo ginecológico. Após dois exames normais seguidos, o exame precisa ser feito a cada três anos. Para os exames alterados, é necessário seguir-se sempre as orientações médicas.

Mulheres, com 40 anos ou mais, devem realizar o exame clínico das mamas anualmente. Aquelas que estiverem na faixa etária de 50 a 69 anos, devem realizar ainda a mamografia a cada dois anos. Em caso de história familiar de câncer de mama, estes exames devem ser realizados anualmente a partir dos 35 anos.

A instituição, nos seus mais de 70 anos de experiência e estudos com relação à doença, aconselha também homens, entre 50 e 70 anos a sempre fazerem consultas médicas, e orientarem-se sempre sobre a necessidade de investigação do câncer de próstata.
Uma boa qualidade de vida, segundo o INCA, materializada através de atitudes como não fumar, não exagerar nas bebidas alcoólicas, manter sempre uma alimentação saudável com mais frutas, verduras e grãos podem prevenir ao menos um terço de todos os casos de câncer. Também é importante evitar a exposição excessiva ao sol, usar filtro solar e fazer-se 30 minutos de atividade física diária.

O QUE DIZ A OMS

Entre os hábitos que podem causar males, contribuindo decisivamente no desenvolvimento da doença, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de câncer evitável no mundo. O alcatrão e outras substâncias cancerígenas do cigarro estão associados a tumores de pulmão, laringe, boca, esôfago, estômago, bexiga, cólon e próstata. Ainda segundo a OMS, alimentos gordurosos (carnes vermelhas, embutidos e derivados do leite, por exemplo) se consumidos em “excesso” e por muito tempo criam condições favoráveis para células cancerosas.

O uso prolongado e excessivo de bebidas alcoólicas está ligado, afirma a OMS, a tumores de esôfago, laringe, faringe, fígado e mama. E o “sexo inseguro” também é focado pela OMS, que informa que o vírus HPV é transmitido através de relações sexuais. Esse vírus é o principal causador de câncer de colo de útero e também pode levar a tumores no pênis. “Procurar manter uma vida mais saudável, com boa alimentação e atividades físicas, e viver num nível de estresse sempre controlado, ajudam sim a prevenir muitas doenças, como o câncer. Devemos sempre também procurarmos profissionais médicos,independente da faixa etária que tenhamos, marcarmos consultas, para nossa orientação, nosso cuidado. Nada de ficar adiando. E, além de tudo isso, é sempre bom a gente procurar alimentar bons sentimentos dentro de nós. Procurar evitas mágoas. Nada de raiva, rancores, violência, enfim, nada de sentimentos negativos”, conclui uma médica, moradora da Barra da Tijuca que, na sua simplicidade, prefere não se identificar. Estejamos atentos a todos estes aconselhamentos!

E vale lembrar que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) fica na Praça Cruz Vermelha, 23, Centro, 20230-130, Rio de Janeiro, RJ. Maiores informações sobre o tema, como tratamentos, pesquisas, tabagismo, doações, podem ser obtidas através dos sites www.inca.gov.br ou www.saude.gov.br ou ainda através do DISQUE SAÚDE 0800 61 1997

Fonte: Assessoria de Imprensa