Início Plantão Rio Lesão Muscular no Outono/Inverno

Lesão Muscular no Outono/Inverno

Por Anna Carolina Devay

 

 

Se você é daqueles que não se preocupa com as consequências de uma lesão muscular, chegou a hora de começar a prestar mais atenção, pois o tempo frio pode interferir nisso. Confira como a fisioterapia pode te ajudar.

 

 

De acordo com o Fisiterapeuta do Futebol Profissional do Flamengo, Fabiano Bastos, a fisioterapia tem um papel muito importante na reabilitação de um paciente pós-lesionado, e atua imediatamente após a lesão. “Ela tem a função de acelerar o processo de cura do corpo e fazer com que esse paciente não tenha uma reincidia da lesão, atuando assim de forma preventiva”, explica.

 

 

Outra questão que provoca dúvida é sobre a recuperação de uma lesão se demora mais no inverno? De acordo com Fabiano, o que acontece não só no inverno, mas em locais de clima frio é que o corpo demora mais a atingir o aquecimento necessário para que musculatura seja exigida de forma segura, o frio provoca a vasoconstricção (diminui o calibre dos vasos sanguíneos) e faz com que a musculatura demore mais a ser irrigada, fazendo com que a incidência de lesões aumente no inverno. Por causa dessa diminuição do fluxo sanguíneo, o próprio processo de cura do nosso corpo fica dificultado e isso faz com que a recuperação demore mais no inverno.

 

 

Quanto as dicas para evitar lesão antes do treino, Fabiano afirma que antes de iniciar qualquer pratica esportiva, é importante que se passe por uma avaliação médica, para que seja avaliada toda parte clinica, para que se tenha mais segurança nos treinos é importante realiza-la sob orientação de um profissional habilitado, deve-se escolher o material apropriado (tênis, raquete, chuteira…), deve ser realizar um bom aquecimento não só muscular, mas também articular, e lembrar sempre que toda atividade física deve ser acompanhada de uma boa alimentação e de um bom período de descanso.

 

 

Outra dúvida sobre a recuperação de uma lesão muscular é quanto homens e mulheres. “Na verdade o homem, por apresentar maiores níveis de testosterona tende a ter uma recuperação mais rápida. Pois ela a auxilia na recuperação das células musculares lesadas restabelecendo a fisiologia normal da fibra afetada”, explica o fisioterapeuta.

 

 

E para finalizar, a temperatura fria ou calor pode servir como algum fator de recuperação? Ele responde: sim, na verdade tanto o frio quanto o calor tem papel muito importante na reabilitação de lesões, sendo que cada um desses recursos devem ser usados no momento certo. Utilizamos o gelo (crioterapia), principalmente nas lesões agudas e traumas recentes, já o calor é utilizado mais comumente nas lesões crônicas e em situações de contraturas musculares.