Início Plantão Brasil LINHA 4 DO METRÔ Obras da Linha 4 chegam a 97% de...

LINHA 4 DO METRÔ Obras da Linha 4 chegam a 97% de conclusão

ocean

 

A Estação Jardim Oceânico da Linha 4 do Metrô está pronta e foi entregue na quinta-feira, dia 30 de junho,  pelo secretário de Transportes, Rodrigo Vieira, e o presidente da concessionária Rio Barra, Maurício Rizzo. Com a conclusão das obras civis e serviços de acabamento, a estação segue, agora, com os testes operacionais. A estação também foi construída com 350 metros à frente, de maneira a permitir futura expansão da linha metroviária sem interromper o seu funcionamento.

 

 

Esta é a terceira estação com serviços finalizados, depois de Nossa Senhora da Paz e São Conrado. Com isso, a implantação da Linha 4 do Metrô chega a 97% de conclusão. As obras nas demais estações (Jardim de Alah e Antero de Quental) estão em fase final de acabamento, já com testes de sistemas operacionais, que tiveram início em janeiro e ocorrem por fases. “A obra metroviária está concluída. Os testes com trens energizados estão sendo realizados todas as noites e já temos três trens circulando entre a Barra e a Zona Sul. A partir de 15 de julho, quando os testes serão finalizados, começará a chamada ‘marcha em branco’, preparatória para a operação especial, que será iniciada no dia 1º de agosto, quando a Linha 4 será entregue”, antecipou Rodrigo Vieira.

 

 

Jardim Oceânico é uma estação multimodal, pois um de seus três acessos está integrado ao terminal do sistema BRT, no canteiro central da Avenida Armando Lombardi. Os demais acessos estão na mesma avenida: na pista sentido Recreio, altura do prédio da Unimed, e próximo à Avenida Fernando Mattos, na pista sentido Zona Sul. “A operação do transporte como um todo foi pensada para funcionar integrada, conectando não só a Linha 4 às linhas 1 e 2 do Metrô, mas também ao BRT e à SuperVia. O passageiro que precisar se locomover durante os Jogos Rio 2016 vai ter o transporte disponível, e essa integração vai ficar como legado para a população”,  explicou Rodrigo Vieira.

 

 

 

O projeto da estação Jardim Oceânico foi pensado de forma a privilegiar aspectos sustentáveis. Com arquitetura moderna, essa estação tem um grande arco sobre o mezanino, com cerca de uma centena de pontos de captação de luz natural. Do lado de fora, este arco de concreto é um ‘telhado verde’, solução que oferece mais conforto térmico ao usuário no interior da estação e que estará integrada à reurbanização do entorno, serviço ainda em andamento.

 

 

De acordo com a demanda prevista, 91 mil pessoas vão utilizar, diariamente, a estação da Barra da Tijuca. Até a Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, serão apenas 13 minutos de viagem. Para o Centro, o passageiro vai levar 34 minutos. O deslocamento até a Pavuna, hoje feito em pelo menos 2h20 de metrô e integração com ônibus, terá duração de 1h20 com transbordo na Estação General Osório, em Ipanema.