Início Plantão Rio Médicos recebem treinamento para atendimento de trauma nos EUA

Médicos recebem treinamento para atendimento de trauma nos EUA

 

Um grupo de seis enfermeiros e 11 médicos da rede estadual de saúde passou por seis semanas de treinamento nas cidades de Baltimore e Washington, nos Estados Unidos. Os profissionais conheceram o Shock Trauma Center Adams Cowley, da Universidade de Maryland, hospital de referência no tratamento de politraumatizados que atende, inclusive, o presidente Barack Obama. Também visitaram a unidade Children’s, especializada em cuidados com crianças.

 

 

O modelo de atendimento será implantado nos novos centros de trauma que serão inaugurados nos hospitais Alberto Torres, em São Gonçalo; Albert Schweitzer, em Realengo; Getúlio Vargas, na Penha; e Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias.

 

 

Segundo o coordenador de Anestesia e Trauma da Superintendência de Unidades Próprias da Secretaria de Saúde, Rogério Casemiro, a qualificação foi possível através de um convênio firmado com a Universidade de Maryland, uma iniciativa pioneira do Estado.  – Durante a simulação, observamos a organização nas cirurgias, onde cada um sabe a sua função. Isso possibilita a otimização do tempo, reduzindo a mortalidade ou sequelas do paciente – afirmou o médico.

 

 

Sala inteligente será implantada

Um dos objetivos do treinamento é importar o conceito de sala inteligente, equipada com tomografia em tempo real, permitindo ao médico ver o exame ainda no centro cirúrgico e rapidamente definir os procedimentos a serem adotados durante a cirurgia.

 

 

Legado para a população

A secretaria pretende investir na melhoria da comunicação das ambulâncias com os centros de trauma, permitindo que a equipe acompanhe a evolução do paciente e planeje a abordagem ao chegar ao hospital.  “A média do tempo de resposta entre o acionamento e o socorro é de menos de 15 minutos. Com o investimento que o Estado fez em tecnologia, criaremos um centro de trauma praticamente igual ao dos EUA no Rio. É um legado para a população” – disse Casemiro.

 

Fonte: Governo do Estado do Rio de Janeiro