Início Plantão Barra Moradores de comunidades carentes vão ao Cirque Du Soleil

Moradores de comunidades carentes vão ao Cirque Du Soleil

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, levará estudantes da rede estadual de ensino e moradores de comunidades ao espetáculo “OVO”, do Cirque du Soleil. O objetivo é promover o acesso da população às produções culturais internacionais. Ao todo, mais de sete mil ingressos foram disponibilizados pela parceria com o Cirque du Soleil, maior companhia circense do mundo. O espetáculo estreia nesta quinta (21/03) e fica em cartaz até dia 31 de março, na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca.

– Os mais de sete mil ingressos foram distribuídos entre as secretarias de Educação, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, além do RioSolidario. Os estudantes das escolas públicas estaduais, os moradores de comunidade em situação de vulnerabilidade e pessoas assistidas pelos projetos sociais do Estado terão a oportunidade de assistir ao espetáculo do Cirque du Soleil, uma das companhias mais famosas do mundo. O papel do governo é democratizar a cultura para que todos tenham acesso – afirmou o secretário de Cultura e Economia Criativa, Ruan Lira.

Intercâmbio com profissionais circenses

Além dos ingressos, a iniciativa promove um intercâmbio entre o Cirque du Soleil e profissionais do circo do Rio de Janeiro. Um grupo de 50 pessoas vai acompanhar os bastidores do espetáculo com o intuito de entender melhor as técnicas do meio circense com a premiada companhia de entretenimento canadense.

O espetáculo

Dirigido por Deborah Colker, o espetáculo “OVO” marca o retorno do Cirque du Soleil ao Brasil. A produção, inspirada na cultura brasileira, tem visual rico em cores e é embalada por uma trilha sonora tipicamente verde-amarela, com ritmos que vão da bossa nova ao funk. “OVO” tem 50 artistas de 14 países no elenco, incluindo quatro brasileiros, especializados em acrobacias.