Início Plantão Rio Morar Carioca na Vila Joaniza vai beneficiar mais de 16 mil moradores

Morar Carioca na Vila Joaniza vai beneficiar mais de 16 mil moradores

 

 

 

Mais de 16 mil moradores da Vila Joaniza, na Ilha do Governador, serão beneficiados pelas intervenções de infraestrutura, urbanização e instalação de equipamentos públicos que a Prefeitura do Rio fará na comunidade. A Secretaria Municipal de Habitação lançou, na terça-feira (12/11), a licitação internacional das obras do Programa Morar Carioca na Vila Joaniza, publicada no Diário Oficial do Município. 

 

 

 

Com uma estimativa de R$ 100 milhões em investimento, o Morar Carioca vai garantir a inclusão urbana e social dos 16.594 habitantes em 4.408 domicílios. Entre as ações propostas, destacam-se a construção de um Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) para crianças da creche e da pré-escola, centro comercial, praças, áreas esportivas e mirante. O Programa Morar Carioca construirá redes de água, esgoto e drenagem. Estão previstas também a pavimentação das ruas, obras de contenção e a implantação de um sistema de coleta de lixo, bem como uma nova central de recepção dos detritos.

 

 

 

O secretário municipal de Habitação, Pierre Batista, disse que todas as intervenções apresentadas pela prefeitura foram discutidas e aprovadas pelos moradores durante assembleia realizada na própria comunidade:

 

 

 

– Há muitos anos, a população da Vila Joaniza espera por estas obras que, inclusive, vão resolver um problema crônico da comunidade, que é a falta d´água. O volume de recursos que está sendo empregado, a quantidade e a qualidade das intervenções do Programa Morar Carioca vão permitir uma transformação urbana e social significativa na região.

 

 

 

Entre as áreas de lazer e de convivência, está programada a criação da área esportiva da Lagoinha, com vestiários, campo de futebol, praça e quadras poliesportivas. Serão construídas 120 unidades habitacionais para reassentamento das famílias que ocupam áreas de risco ou cujas casas estejam no traçado das obras.

 

 

 

– Todos serão reassentados na própria comunidade – ressaltou Pierre.

 

 

Legado

O Morar Carioca integra o legado social das Olimpíadas Rio 2016 para a cidade. Até os jogos olímpicos, o programa planeja alcançar 156 mil domicílios, em diversas áreas da cidade. A meta até 2020 é urbanizar todas as favelas da cidade, num total de investimentos de R$ 9,6 bilhões. O programa conta com recursos do Município, do Governo Federal e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

 

Criado em 2010, o programa já promoveu obras de integração urbana e social em comunidades dos complexos do Alemão, de Manguinhos e do Turano; a Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá; e os morros da Babilônia e do Chapéu Mangueira, no Leme, entre outras áreas.