Início Destaque Morre aos 73 anos a cantora Vanusa, uma das mais amadas cantoras...

Morre aos 73 anos a cantora Vanusa, uma das mais amadas cantoras da música brasileira

Cantora faleceu na casa de repouso em que estava internada

Faleceu na madrugada de domingo, dia 8 de novembro, a cantora Vanusa. A informação foi anunciada nas redes sociais através de um comunicado. Vanusa estava internada em uma casa de repouso em Santos, litoral paulista.

“O enfermeiro percebeu por volta das 5h30 da manhã que ela estava sem batimentos cardíacos. Imediatamente chamaram a UPA que constatou insuficiência respiratória como a causa mortis”, diz um trecho.

“No dia anterior, ela teve um dia muito feliz com a visita da Amanda, a filha mais velha. Cantou, brincou, riu, se alimentou bem. Nos últimos anos Vanusa teve depressão, problemas gerados pelo uso de medicamentos tarja preta em excesso, o que a deixaram muito debilitada”, acrescenta a nota.

DEBILITADA

Em setembro, a cantora chegou a ficar um mês na UTI do Complexo Hospitalar dos Estivadores, também em Santos.

Na época, um dos filhos da estrela, Rafael Vanucci, contou que a mãe estava em estado frágil.

“Ela tem uma doença cognitiva, uma demência, que as pessoas conhecem mais como Alzheimer… A da minha mãe é um pouco mais forte e mais grave, mas é parecida com Alzheimer”, declarou.

Para receber os cuidados adequados, ela foi então internada na clínica de repouso que veio a falecer.

“Foi uma decisão minha, mas claro que escutando os médicos que acompanham a minha mãe. Não é simplesmente colocar uma enfermeira de dia e outra de noite, que ela seria bem tratada. A minha mãe não se alimenta sozinha, está de cama, usa fraldas, não tem dentes na boca. Ela lembra de poucas pessoas, de mim, da minha irmã, do enfermeiro… Por conta disso, decidimos, junto a opinião dos médicos, que a clínica que ela estava seria o melhor lugar para ela ficar”, afirma ele que ainda dá detalhes preocupantes.

CARREIRA

Vanusa é uma das principais estrelas da música pop brasileira e teve uma carreira sólida e repleta de fãs.

Muito ligada ao movimento Jovem Guarda, ela foi além e acabou se tornando uma das responsáveis pela criação de um pop genuinamente nacional. Seus hits, como Manhãs de Setembro (1973) e Paralelas (1975) são até hoje lembrados pelo público brasileiro.