Início Destaque Morre no Rio, o vereador Célio Lupparelli

Morre no Rio, o vereador Célio Lupparelli

Na Câmara Municipal foi autor de leis importantes como o Código de Defesa dos Animais

Aos 77 anos, Célio Lupparelli,morreu no início da tarde desta segunda-feira, dia (20/5), no Rio. Não há informações sobre a causa da morte.

O presidente da Casa decretou luto oficial de três dias no parlamento carioca.

Médico, biólogo, administrador, pedagogo e advogado, foi como professor, profissão que exerceu por 44 anos nas redes pública e privada, que Lupparelli ficou mais conhecido. Foi administrador regional e subprefeito adjunto de Jacarepaguá, bairro onde morava.

Também exerceu os cargos de secretário municipal de Governo, secretário de coordenação das Regiões Administrativas e do Meio Ambiente.

Parlamentar comprometido com as causas da Educação, defesa dos animais e do meio ambiente, Lupparelli chegou à Câmara em 2007 e estava em seu quarto mandato como vereador, depois de mais de 40 anos dedicados à educação na capital fluminense.

Na Câmara, foi autor de leis importantes como o Código de Defesa dos Animais, a criação da reserva do Camboatá, e inúmeras normas voltadas à Educação, sua maior paixão. Com o falecimento, quem assume o cargo é o suplente Alexandre Beça (PSD).

A Câmara do Rio divulgou nota oficial de pesar, e o presidente da Casa, vereador Carlo Caiado (PSD), decretou luto oficial de três dias.

“Com imenso pesar, a Câmara do Rio comunica o falecimento do vereador Professor Célio Lupparelli (PSD), na tarde desta segunda-feira, e se solidariza com familiares e amigos do parlamentar. Presidente da Câmara do Rio, o vereador Carlo Caiado (PSD) decretou luto oficial de três dias no parlamento carioca.”

Em nota, o governo estadual lamentou a partida.

“Sinto muito a perda do amigo que dividiu comigo as cadeiras da Câmara Municipal do Rio. Somos muito gratos pelas quatro décadas dedicadas à Educação e aos 16 anos em que representou os interesses do povo como vereador. Meus sentimentos à família e aos amigos”, afirma o governador.

O prefeito Eduardo Paes também usou as redes sociais para se despedir.

“Hoje o Rio perdeu um homem púbico de enorme qualidade, dedicação e compromisso com a gente de nossa cidade. Deixo aqui meu abraço aos vereadores da Câmara do Rio que perdem um grande colega e aos seus amigos, familiares e eleitores”, disse Paes.

O velório será realizado nesta terça-feira (21/05), das 12h às 15h, no saguão do Palácio Pedro Ernesto, na Cinelândia.