Início Plantão Rio Nave do Conhecimento de Triagem recebe musical "O Concunda de Notre Dame"

Nave do Conhecimento de Triagem recebe musical "O Concunda de Notre Dame"

O musical “O Corcunda de Notre Dame” será encenado nesta sexta-feira (11/07), a partir das 20h, na frente da Nave do Conhecimento de Triagem. Os ex-moradores de áreas de risco que foram viver no condomínio Bairro Carioca vão assistir à adaptação de um dos clássicos da literatura mundial, escrito por Victor Hugo, feita pela Companhia das Artes Tetê Nahas, de Sergipe, que uniu teatro, dança e música para falar de amor, amizade, respeito e preconceito. A Nave de Triagem fica no Bairro Carioca, com acesso no final da Rua Bérgamo.

A história será contada por 20 atores, que além do texto, cantam belas canções e executam coreografias. O espetáculo foi produzido em 2012 e foi contemplado, no ano passado, com o Prêmio Myriam Muniz do Ministério da Cultura, na categoria circulação.

Segundo a diretora geral da companhia, a atriz e bailarina Tetê Nahas, a montagem foi feita tanto para palco, quanto para a rua, com o objetivo de socializar a arte e leva-la ao público:

– Apesar de antiga, a história traz a discussão sobre um tema que está na atualidade, que é o bullying -, afirmou.

Em turnê pelo país, o musical já passou por Aracaju, Maceió, São Luiz do Maranhão, Belo Horizonte, São Paulo e, agora, Rio de Janeiro e Recife.

Em BH, o espetáculo foi apresentado ao ar livre em frente a Catedral da Boa Viagem, no centro da cidade. Em São Paulo, no Teatro do Centro Unificado Rosa da China, no bairro Jardim São Roberto. Em Recife, ” O Corcunda de Notre Dame” vai integrar a programação do 11º Festival de Teatro Para Crianças realizada pela Métron Produções.

– Nossa proposta é unir teatro, dança e música numa só pulsação. A montagem do Corcunda promete momentos de aventura, riso e lágrimas. Não podemos parar de discutir aquilo que está calado -, concluiu Tetê Nahas.

A história:

“O Corcunda de Notre Dame” narra a vida de Quasimodo, um deformado tocador de sinos da Catedral de Notre Dame que sonha com a liberdade e o reconhecimento da sociedade. Em Paris, durante a Idade Média, ele vive enclausurado, desde a infância, nos porões da catedral. Um dia, Quasímodo decide sair da escuridão em que vive e conhece Esmeralda, uma bela cigana por quem se apaixona. Mas, para conseguir concretizar seu amor ele terá que enfrentar o poderoso Claude Frollo, e seu fiel ajudante, Febo.

O livro foi escrito pelo francês Victor Hugo, que o publicou em 1831 com o título “Catedral de Notre Dame”. Em 1833 foi traduzido para o inglês, com o título “O Corcunda de Notre Dame”. Em1996, a história foi adaptada pelos estúdios Disney, que lançou o filme no mesmo ano.

Nave do Conhecimento:

Inaugurada em maio deste ano, a Nave do Conhecimento de Triagem leva o nome do cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, morto no início do ano, após ser atingido na cabeça por um rojão, durante a cobertura de uma manifestação no Centro do Rio. Possui três mil metros quadrados e é a oitava Nave em funcionamento na cidade.

Está instalada em um antigo prédio da Light, situado no Bairro Carioca, condomínio construído pela Prefeitura em parceria com o Governo Federal no Programa “Minha Casa, Minha Vida” para o reassentamento de famílias que viviam em áreas de risco.

No espaço digital, os moradores têm acesso gratuito a equipamentos de alta tecnologia e internet banda larga, além de diversos cursos na área de Tecnologia da Informação. A Nave também conta com o Espaço de Formação Terceiro Milênio, com laboratórios de robótica educacional, realidade aumentada, realidade virtual, aprendizagem invertida, mobilidade e educação, games, edição de vídeo e animação 2D e 3D, computação em Nuvem, entre outros.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (SECT), o projeto das Naves do Conhecimento conta atualmente com oito desses espaços em funcionamento: Santa Cruz, Padre Miguel, Vila Aliança (Bangu), Penha, Irajá, Madureira, Nova Brasília (Complexo do Alemão) e Triagem.

Um dos principais objetivos do projeto é a constituição de uma rede de conhecimento visando garantir aos cariocas o que existe de mais avançado em termos de cultura digital nas áreas de educação, entretenimento, serviços e formação profissional. Além disso, também pretende facilitar a integração entre as comunidades e os serviços públicos prestados na região, funcionando, inclusive, aos finais de semana.

Atualmente, são ministrados mais de 12 cursos nestes locais, que vão desde “Alfabetização Digital” a web design e programação de computadores.