Início Cultura O ator, produtor e dramaturgo, Alan Pellegrino, lança dia 19 de junho,...

O ator, produtor e dramaturgo, Alan Pellegrino, lança dia 19 de junho, pela editora Folheando, seu segundo livro: “Nave Mãe”

Você certamente já ouviu falar e já viu Alan Pellegrino, no teatro, no cinema e na Tv. Ele se tornou conhecido do público quando fez sua estreia na Tv, em 2012, como o personagem Serapião, braço direito de Antônio Fagundes, o Coronel Ramiro Bastos, na novela Gabriela na Tv Globo. Além das demais produções na Tv e de comerciais.

“Nave mãe” é seu segundo livro. Ele também escreveu “Volta Seca”, em 2018, ambos inspirados em peças teatrais desenvolvidas, protagonizadas e dirigidas por ele.

Alan Pellegrino ressalta que usa a arte como uma forma de se colocar no mundo. Que a escrita e o teatro dão corpo aos seus mais profundos desejos. “Vejo a escrita como uma maneira positiva de intervir no mundo. Quando escrevi “Volta Seca”, eu queria mostrar que a violência dos anos 90 na Bahia é a mesma que cércea um jovem em alguma comunidade do Rio de Janeiro atualmente e que tudo isso também é um reflexo do que já vimos no cangaço dos anos 30.  Já em “Nave Mãe”, o meu primeiro instinto foi escrever sobre a minha Mãe. Uma mãe solteira, como muitas desse nosso Brasil, que luta para sustentar os filhos sozinha. Minha mãe é uma dessas mães que batalhou pra não me deixar faltar educação e comida no prato. Mas, na hora de escrever o espetáculo teatral, homônimo, que originou o livro, eu percorri um caminho mais complexo. Criei uma ficção, mas misturando passagens reais da minha vida. Além disso, eu fiz uma pesquisa em busca das minhas raízes, até que cheguei aos índios, e daí veio o personagem central Guará. O jovem que percorre uma savana capital, onde todos são animais e as engrenagens não podem parar”, pontua.

“Nave Mãe”

A obra retrata a vida do jovem índio Guará.  Um rapaz que troca sua cidade natal pela ilusão de um trabalho bem remunerado e de uma vida mais digna na cidade grande. Será que ele consegue?  A publicação nos leva a várias reflexões, entre elas, vale ressaltar que oficialmente, a escravidão no Brasil foi abolida em 1888, mas algumas células desse sistema continuam por aí.  Ressalta-se que entre os anos 1980 e 2000, na cidade de São Paulo, a mais rica do país, o trabalho análogo à escravidão perpetuava-se em fundos de quintais. Essas empresas clandestinas, eram conhecidas como facções, a mesma nomenclatura usada para nomear grupos criminosos atualmente. É numa dessas facções que vamos encontrar o jovem Guará trabalhando e vamos contar sua história.

 

O autor

Alan Pellegrino é ator, produtor e dramaturgo. Atou e dirigiu trabalhos no Cinema, no Teatro e na Tv. Em 2018, ele lançou seu primeiro livro “Volta Seca” publicado pela editora Giostri. Em2015, ele foi eleito Melhor Ator no Fest Cine Lapa, pelo Farmacêutico em ‘Lapa Segredos e Outras Drogas’ de Pedro Murad. E, em 2013 recebeu o prêmio de melhor ator pelo filme ‘LAPA, segredos e outras Drogas’ no Cine Fest Lapa, entre outros.

 

Ficha Técnica

Autor: Alan Pellegrino

Prefácio: Pe. Ricardo Rezende

Páginas: 92

ISBN: 978-658871460-7

Formato: 14cm x 21cm

Peso: 0.115

Categoria: Dramaturgia

Editora: Folheando

Valor: R$35,00 com frete.

Compra pelo site: www.editorafolheando.com.br