Início Destaque O Rio de Janeiro sediou o primeiro evento, exclusivamente, voltado para os...

O Rio de Janeiro sediou o primeiro evento, exclusivamente, voltado para os donos de restaurantes Delivery

No Hotel Ramada Recreio, no dia (30/11), empreendedores, consultores, palestrantes e 250 donos de restaurantes Delivery
estiveram reunidos no Recreio dos Bandeirantes, no JOTAJÁ SUMMIT DAY.

A Feira de Negócios e Networking foi promovida pela Jotajá, Start Up carioca de tecnologia, que desenvolveu um software exclusivo para donos de restaurantes, em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Pelo evento passaram grandes nomes, entre eles, do mercado da gastronomia, através de palestras. A plateia estava ávida por adquirir conhecimentos sobre o delivery, um dos segmentos que mais se desenvolveu durante a pandemia.

“O sistema de vendas Delivery (serviço de entregas) cresceu rapidamente durante o isolamento social imposto pela pandemia e se manteve no topo, mesmo com o retorno do atendimento presencial, daí então surgiu uma demanda imediata por capacitação, cursos, palestras, consultoria e demais suportes para o setor”, explicou Rafael Ribeiro, sócio da Jotajá.

A JOTAJÁ SUMMIT DAY além das palestras, teve stands de vendas, divulgação de produtos e serviços, treinamentos e ações de marketing.

Entre os palestrantes estavam: Fernando Baldino (empreendedor, que ajuda a montar Deliverys do zero, Alexandre Matos (ex Gerente Geral do McDonald’s), Bruno Gorodicht (sócio do grupo Impettus, que atua nas marcas Espetto Carioca, Bendito e Mané), Alfredo Soares (autor de 2 best-sellers, sócio VTEX *IPO NYSE 2021, presidente da Loja Integrada e cofundador da Gestão 4.0 e Xtech), Ygor Lima (empreendedor do ramo de alimentação/hamburguerias), Samir Arero (especialista em Marketing Digital e Gestor de Tráfego especializado em Delivery), Diogo Freitas (fundador do restaurante Art Chopp e vencedor do prêmio Comida de Buteco), Flávio Rodrigues (da hamburgueria O Burguês) e Guilherme Lemos (do Grupo Rão).

“Eu quebrei duas vezes, perdi quase tudo, acumulei dividas, mas dei a volta por cima e hoje faturo milhões. Eu compro hoje 3 toneladas de costelas por mês, compro igual a um supermercado grande. Conselhos que dou: Se reinvente, sempre; Trace metas; Não basta crescer, mas também é necessário manter-se no topo; A rede social é o caminho, e o engajamento para crescer nos negócios vem com a transparência na criação de conteúdo, e o mais importante, faça seu negócio ter a sua cara. O Art e Chopp tem a minha cara e acredito que é por isso que está dando tão certo”, disse Diego Freitas.

Fotos e Divulgação: Graça Paes e Marco Moreira