Início Plantão Rio O Rio sediou o Troféu Brasil de Saltos Ornamentais

O Rio sediou o Troféu Brasil de Saltos Ornamentais

Troféu Brasil de saltos ornamentais escolhe representantes para Grand Prix. Juliana Veloso, primeiro lugar, trampolin 3 metros. Fotógrafo: Clarice Castro


 

O Parque Aquático Julio de Lamare foi palco, de quinta a domingo (12 a 15/4), do Troféu Brasil de Saltos Ornamentais, principal competição da categoria nacional e a última antes dos Jogos Olímpicos de Londres, em julho e agosto deste ano. O evento, apoiado pela Secretaria de Esporte e Lazer, classificou os atletas brasileiros que vão disputar os torneios Grand Prix da Federação Internacional de Natação (Fina) no Canadá (27 a 29/04), nos Estados Unidos (03 a 06/05) e na Espanha (08 a 10/06).

 

 

 

Favorita para representar o Brasil nos Jogos de Londres, a carioca Juliana Veloso foi uma das atletas que conquistaram o direito de disputar os torneios Grand Prix. Ela venceu a prova feminina do trampolim de três metros, neste domingo (15/4).

 

 

– Vou intensificar os treinos para ajustar alguns detalhes que fazem a diferença. Fiquei muito feliz com o resultado e principalmente por poder participar do Grand Prix – disse Juliana Veloso.

 

 

Para Hugo Parisi, vencedor da prova de plataforma de dez metros, o Troféu Brasil é o pontapé inicial, a competição mais importante em nível nacional para os atletas da modalidade. O saltador, que também vai representar o Brasil nas competições da Federação Internacional de Natação, já conquistou índice para disputar as Olimpíadas de Londres.

 

 

– O foco principal do meu trabalho são os Jogos de Londres. Estou me preparando para estar completo e seguro na competição – afirmou Hugo Parisi.

 

 

 

O Troféu Brasil de Saltos Ornamentais foi realizado entre os dias 12 e 15 de abril, no Parque Aquático Julio de Lamare. A provas avaliaram a performance dos atletas na saída, execução no espaço e entrada na água. Neste domingo, foram realizadas provas de plataforma masculina, plataforma sincronizada masculina e trampolim três metros feminino.

 

 

 

Fonte: Governo do Rio