Início Destaque “OLÉ! É SEMPRE TEMPO DE MÚSICA” Musical com Eduardo Dussek 

“OLÉ! É SEMPRE TEMPO DE MÚSICA” Musical com Eduardo Dussek 

Sábado, na Praça Mauá, às 17 h, entrada  franca

O musical “Olé! É sempre tempo de música” que irá percorrer 5 capitais, chega ao Rio de Janeiro no dia 4 de maio. O Espetáculo que será de graça, vai ocupar a partir das 17 horas a Praça Mauá, fazendo o público reviver sucessos das décadas de 60 a 80.

Nesta primeira edição, o musical faz uma homenagem a Eduardo Dussek, que também vai compor o elenco ao lado de Caffeine Trio, Mylena Jardim (vencedora do The Voice Brasil 2016), Adrianna Moreira, Marcelo Veronez, Marcelo Ricardo e DJ Barulhista. Os hits nacionais e internacionais serão conduzidos pela MG Big Band – que, no musical, assume o sugestivo nome de Orquestra Cabeça de Prata – sob a regência do maestroMarcelo Ramos.

 O espetáculo terá músicas dos Beatles, Jovem Guarda, Roberto Carlos, Rita Lee, Tim Maia, Lulu Santos, Jorge Benjor, Raul Seixas, Eduardo Dussek entre outros compositores. O repertório vai passar pelos embalos de sábado à noite, pelo pop rock brasileiro dos anos 80,  disco music, clássicos populares, hits dançantes e de rosto colado, além das marchinhas imortais do carnaval.

 Sempre  gratuitas, as apresentações acontecem em espaços públicos de cinco cidades diferentes – Salvador, Goiânia, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte -, e em todos os espaços serão instaladas cadeiras que garantirão o conforto dos espectadores. Segundo as idealizadoras do projeto, Ray Ribeiro e a produtora Pólobh, o objetivo é de provocar no público não só boas memórias, como fazer com que ele participe, cantando e dançando junto.

 O Musical

A orquestra MG Big Band será a base do espetáculo, onde bem-humoradamente, Dussek atua como um observador de todas essas passagens, dialogando com a platéia como se ela se transformasse em sua suposta ouvinte, e entre os comentários o artista apresenta o seu repertório. O Caffeine Trio que transita entre o clássico e o popular, representa as eternas cantoras do rádio. Mylena Jardim representa as grandes divas. A cantora Adrianna Moreira traz para o espetáculo a experiência em grandes bandas, Marcelo Ricardo participa como vocalista e instrumentista. Marcelo Veronez, ator, cantor e performático, assume o papel de condutor da plateia. O DJ Barulhista, responsável por diversas trilhas sonoras para cinema, teatro e dança, vai criar uma linha de condução em diversos momentos do espetáculo. A MG Big Band tem papel fundamental no clima, muito além da execução dos arranjos musicais do repertório. É importante o desempenho dos naipes de metal, por exemplo, no rigor do posicionamento e em coreografias, realçando os momentos em que seus timbres tomam a frente da apresentação, criando movimentação na cena além da dos atores principais.

 Sobre Eduardo Dussek

A homenagem do “Olé! É Tempo de Música” a Eduardo Dussek tem propósito: artista completo, que passa com maestria pela música, teatro e televisão. Pupilo de Gilberto Gil, iniciou a carreira já com algumas composições gravadas por nomes de peso da MPB, como As Frenéticas (o samba “Vesúvio”), Ney Matogrosso (o fox “Seu tipo”) e Maria Alcina (o frevo “Folia no Matagal”, dois anos depois regravada por Ney Matogrosso) – todas em parceria com Luís Carlos Góis. Suas letras buscavam aliar sátira e bom humor, caraterística que o definiu. Em 1980, participou do festival MPB Shell da Rede Globo cantando apenas de cueca a debochada canção “Nostradamus” que não se classificou, mas tornou-se uma das preferidas do público.

 O sucesso chegou mesmo em 1982, quando flertou com o ainda incipiente pop-rock, no LP “Cantando no Banheiro!”, com “Barrados no Baile” (com Luiz Carlos Góes), “Cabelos Negros” (Com Luiz Antonio de Cássio) e “Rock da Cachorra” (Léo Jaime). Dois anos depois, notabilizou-se com o LP “Brega-chique”, cuja faixa-título, mais conhecida como “Doméstica”, fazia uma sátira social, bem no clima do teatro besteirol da época, música destaque no primeiro Rock in Rio, em 1985. Em 1986, lançou “Dussek na sua”, com “Aventura” e com “Eu Velejava em Você”, uma das mais tocantes músicas da MPB, depois regravada por Zizi Possi. Em 1989, voltou à cena com o musical “Loja de Horrores”, em que atuava no papel de dentista. Nos anos 1990, além da função de cantor, interpretou a personagem do Capitão-Mor Gonçalo na novela “Xica da Silva”, da extinta Rede Manchete. Atuou como diretor de espetáculos e, no fim da década, voltou a apresentar alguns trabalhos como humorista e cantor, um deles sobre Carmen Miranda.

 A OLÉ CONSIGNADO
A iniciativa de patrocinar o projeto “Olé! É Sempre Tempo de Música” representa o compromisso da Olé Consignado com a sociedade, no exercício da sua responsabilidade social, promovendo a democratização do acesso à cultura para as pessoas em geral. Um projeto com muita sinergia com o jeito de ser da empresa: alegre, vibrante, próximo e acessível.

A Olé Consignado é uma joint venture celebrada em junho de 2014 entre o Santander, com 60% de participação, e o Bonsucesso, com 40%. A instituição iniciou suas atividades com um investimento de R$ 600 milhões. Posicionada como importante player no mercado financeiro, é uma empresa de crédito jovem, porém com a expertise e a solidez de grandes e fortes instituições e que já soma mais de 2 milhões de clientes. Com sede em Belo Horizonte, MG e 39 filiais no Brasil, a Olé entrega soluções em crédito consignado para funcionários públicos, aposentados e pensionistas do INSS, que recebem empréstimo e cartão consignados com desconto em folha de pagamento.

SERVIÇO Rio de Janeiro – 04 de maio – sábado
Olé! É Sempre Tempo de Música
Convidado especial: 
Eduardo Dussek 
Elenco: MG Big Band, Mylena Jardim, Marcelo Veronez, Caffeine Trio, Adriana Moreira, Marcelo Ricardo e Dj Barulhista
Local:  Praça Mauá
Horário: a partir das 17h
Entrada gratuita 
Classificação: Livre

Todas as cidades:
Salvador: 13/04
Goiânia: 27/04
Rio de Janeiro: 4/05
São Paulo: 11/05
Belo Horizonte: 25/05

FICHA TÉCNICA
Idealização: Ray Ribeiro e Pólobh
Roteiro e Direção: Chico de Paula, Kiko Ferreira e Lilian Nunes
Arranjos e regência: Marcelo Ramos
Assessoria de Imprensa Coordenação: Cria Comunicação Integrada – Cristina Sanches (31) 98489 2098 – [email protected]

 Imagens do Espetáculo: