Início Plantão Barra Operações em bares e casas noturnas da Barra

Operações em bares e casas noturnas da Barra

Fiscalização Noturna na Barra

Na noite de sexta-feira (30/03) a Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá realizou uma operação de fiscalização em vários bares e casas noturnas da Barra da Tijuca. Fiscais estiveram na Rua Erico Veríssimo e na Av. Armando Lombardi.

 

A fiscalização foi determinada pelo subprefeito Tiago Mohamed, após denúncias e reclamações a respeito do barulho excessivo e de congestionamento no trânsito por conta de estacionamento irregular de carros.

 

Foram visitados os bares Sport TV, Buteco da Original e as boates Zax e 021.
Nos bares não havia música ao vivo no horário em que os fiscais chegaram. Foi constatado barulho acima de 70 decibéis em uma casa noturna (021), foi multado um estabelecimento que ocupava a via pública com toldos e guarda-corpo (Zax), foi notificada uma empresa que tinha cinco cabines de estacionamento não legalizadas (Prime Valet Parking) e foram multados 10 veículos estacionados irregularmente. Nas outras casas não foram encontradas irregularidade na hora da fiscalização.

 

A operação foi acompanhada por funcionários do FAE- Fiscalização de Atividade Econômica (verificação de documentos), e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (aferição do som), da Guarda Municipal e de dois reboques da Seop. A Polícia Militar (31º BMP) deu apoio à operação de controle urbano.

 

A Subprefeitura informa ainda que apesar de não ter sido constatada nenhuma irregularidade, no dia dessa operação, em função do número de reclamações, essa fiscalização noturna passará a ser realizada com frequência maior.

 

Todos os proprietários das casas visitadas pelos funcionários da Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá foram orientados a reforçar o sistema de proteção acústica, para não incomodar os vizinhos dos prédios próximos. Também foi alertado que não devem realizar eventos que não estejam autorizados, sob pena de terem os alvarás cassados.

 

A operação foi realizada na sexta-feira (30/03), porque havia informações de que seria exibido um vídeo de um megaevento no Sport TV, o que poderia causar transtorno à vizinhança, o que não foi constatado.

 

Fonte: Subprefeitura da Barra da Tijuca