Início Plantão Brasil Otimismo e desafios no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Otimismo e desafios no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

 

– Com o tema “Vamos acabar com o trabalho infantil – Em defesa dos direitos humanos e justiça social”, governo e sociedade civil se reuniram  no Ministério da Justiça para participar de cerimônia do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. Durante o debate, foi feita uma convocação para que todos atuem no compromisso para a concretização da justiça social no país.

 

A secretária nacional adjunta de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Valéria Gonelli, que participou do evento, disse que o Brasil tem um protagonismo mundial na questão, mas ainda são 1,6 milhão de crianças de dez a 15 anos em trabalho infantil – “isso deve ser a nossa meta”. A secretária defendeu o trabalho integrado e manutenção de uma agenda em todas as esferas. “Teremos nos próximos dias a divulgação de uma estimativa municipal. É um dado importante porque nossa base territorial são os municípios.”

 

O coordenador Internacional para Eliminação do Trabalho Infantil da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Renato Mendes, fez um apelo em favor da Região Nordeste: “Que esta mesa se una em favor do Semiárido brasileiro que necessita de ações estruturantes”. Para ele, o crescimento de um país deve ter como limite o direito humano. “Crescimento sem respeito e justiça social é só crescimento, não é desenvolvimento.”

 

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, também participou do evento.

 

Segundo dados do Censo 2010, cerca de 1,6 milhão de crianças e adolescentes de dez a 15 anos estavam trabalhando (7,7% do total da faixa etária). Em comparação com 2000, houve redução de 10,8% do trabalho na faixa entre dez e 15 anos (1.791.480 ocupadas) e de 15,7% dos jovens de 16 e 17 anos. Entre 2000 e 2010, o trabalho infantil foi reduzido em 3.619 municípios.

 

Conferência Internacional – A secretária nacional de Assistência Social do MDS, Denise Colin, está em Genebra, na Suíça, participando da 101ª Reunião da Conferência Internacional do Trabalho da OIT. Este ano, o encontro discute a recomendação autônoma sobre o Piso de Proteção Social, que está sendo debatido nos fóruns multilaterais, entre eles o G20 e a própria OIT. O evento começou em 29 de maio e vai até 15 de junho.

 

Fonte: Ascom/MDS