Início Plantão Rio Pesquisa revela que 76% dos fiéis que vieram à cidade para ver...

Pesquisa revela que 76% dos fiéis que vieram à cidade para ver o Papa decidiram dar uma esticada na Cidade Maravilhosa

peregrinos-no-RioEm vez de missas, passeios às praias, ao Pão de Açúcar e ao Corcovado. Agora como turistas, peregrinos se despedem do Rio com o mesmo ar saudosista que lhes cobriu no encerramento da Jornada Mundial da Juventude, domingo, em Copacabana. Esticar a estada e incluir no roteiro da viagem cartões-postais da Cidade Maravilhosa virou ‘obrigação’ para 76% dos fiéis consultados pelo Ministério do Turismo. E eles querem voltar: segundo a pesquisa — feita com 4.450 pessoas —, 92,1% dos estrangeiros e 96% dos brasileiros pretendem agendar nova visita ao Rio.

 

 

As belezas naturais e a simpatia do carioca estão por trás dos números. A espanhola Paloma Vicent, de 23 anos, diz que a cidade a recebeu de braços abertos: “É a minha primeira vez no Rio e aproveitamos a Jornada para passear por aqui. É impossível não gostar, as pessoas são muito receptivas”, disse a jovem, ao lado das compatriotas Lucia Burgos, da mesma idade; e Ana Nuñez, de 21.

 

“Apesar de problemas de estrutura, o Rio nos encantou. São muitos pontos para conhecer, e queremos mais tempo”, completou Ana. Também espanhol, o estudante José Muñoz, de 19, se surpreendeu com a diversidade da cidade: “Ficamos em Guaratiba e conhecemos outras regiões, como o Centro e a Zona Sul. Os contrastes de cada lugar impressionam”.

 

RECORDE DE VISITAÇÃO

Na Jornada, o Cristo bateu recorde de visitação, com 20 mil pessoas em um só dia (26 de julho). O Pão de Açúcar também atingiu marcas como nas altas temporadas. Só na segunda (29), 7.332 turistas estiveram no local. A média do ponto turístico, nesta época, é de 4 mil.
Para a estudante da Costa Rica Maripaz Gomez, de 21, o Pão de Açúcar é o ponto turístico mais bonito do Rio. O motivo? A natureza exuberante. “Ali vemos a mata, o mar. É simplesmente lindo”.

 

 

Sinalização é elogiada por estrangeiros

Responsável por promover o turismo brasileiro no mercado internacional, a Embratur também ouviu 500 peregrinos estrangeiros. Segundo pesquisa, eles apontaram a sinalização da cidade como o melhor serviço (‘ótimo’, para 79,4% deles); seguido de aeroportos (76,5%) e segurança pública (73,2%). Já serviços de telefonia e acesso à internet foram reprovados, levando 30,6% de ‘ruim’ ou ‘péssimo’, assim como a limpeza pública, com 13,3%.

 

A pesquisa também revelou que a maioria dos entrevistados era de países vizinhos, sendo que 40% eram da Argentina. Depois, vieram Paraguai (9%), Chile (8%), Colômbia (7,6%), Peru (4%), México (3,6%) e Bolívia (3,2%), Espanha (1,7%), EUA (1,5%) e Itália (1,5%). Jornal O Dia