Início Plantão Barra Pezão garante Linha 4 até o início dos Jogos Olímpicos

Pezão garante Linha 4 até o início dos Jogos Olímpicos

10.06.2015 - Rio de Janeiro - RJ - Governador Luiz Fernando Pezão faz viagem inaugural do primeiro trem do metrô da Linha 4 e visita às obras da Estação General Osório, na zona sul do Rio de Janeiro. Foto: Carlos Magno

 

O governador Luiz Fernando Pezão afirmou na quinta, dia 9 de julho que as obras da Linha 4 do metrô, que ligará Ipanema à Barra da Tijuca, ficarão prontas até o início das Olimpíadas de 2016, em agosto de 2016. “Vamos aprontar a obra para os jogos olímpicos, e esse será um dos maiores legados que vamos deixar para a população da cidade e os turistas que nos visitam. Estamos dentro do cronograma. Não há problema algum com a obra” – garantiu Pezão.  Ainda de acordo com o governador, prevista inicialmente para a segunda quinzena de agosto, a chegada dotunnel boring machine, o ‘tatuzão’, à estação Jardim de Alah, no Leblon, vai acontecer ainda este mês. A estação está pronta para receber o equipamento.

 

 Tecnologia de ponta entra em cena nas obras da Linha 4 do Metrô

 

 

Depois de passar pelo Jardim de Alah, o `tatuzão` seguirá a escavação pelo leito da Avenida Ataulfo de Paiva até a estação Antero de Quental, chegando na segunda quinzena de outubro. Em dezembro, a tuneladora chega ao fim do Leblon, na Rua Visconde de Albuquerque, onde se encontra com o túnel escavado da Barra da Tijuca em direção à Zona Sul. “Daqui a uns dez dias, estaremos chegando à estação Jardim de Alah. O projeto está no seu curso normal. Essa é uma obra de engenharia extraordinária, empregando mais de 9.200 trabalhadores”, ressaltou Pezão.

 

 linha-4-metro

 

Já foram escavados mais de 12 quilômetros de túneis entre a Barra e Ipanema. Os trilhos também estão sendo instalados e somam 14,5 quilômetros de extensão. Quatro das seis estações já estão 100% escavadas e recebem acabamentos. São elas: Jardim Oceânico, São Conrado, Antero de Quental e Nossa Senhora da Paz.

 

Em junho de 2016, a Linha 4 do Metrô entra em operação assistida, fora do horário de pico e com intervalos maiores no fluxo dos trens, para que os últimos ajustes operacionais sejam feitos. A operação comercial da nova linha nos mesmos horários das demais linhas do metrô será iniciada em julho de 2016, quando estarão funcionando as estações Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado e Jardim Oceânico.

 

Doze dos 15 novos trens da Linha 4 já chegaram à cidade e um deles já circula com passageiros pela Linha 1. As demais composições passam por testes e ajustes operacionais na concessionária MetrôRio e, depois, vão operar nas linhas 1 e 2 até que a Linha 4 seja inaugurada. Até dezembro, os outros três trens estarão no Rio.

 

 

Linha 3

O governador Luiz Fernando Pezão reafirmou que o Governo do Estado pretende construir a Linha 3 do metrô, ligando Niterói e São Gonçalo. No entanto, disse que, sem recursos federais, a obra não pode ser feita. Pezão disse, ainda, que está em contato com o Ministério das Cidades para buscar os recursos.

– É um método mais caro e eu quero muito tirar do papel, mas só com o orçamento do Rio não temos condições de fazer essa obra. Tenho conversado com o ministro (Gilberto) Kassab e, semanalmente, nossas equipes técnicas fazem reuniões para tentar viabilizar a obra. Tínhamos analisado também o BRT, que atrai mais passageiros, mas estaria saturado em dois ou três anos. Estamos fazendo um grande esforço para tentar construir a Linha 3. Mas só sai com recursos federais – concluiu Pezão.