Início Plantão Barra PLANTÃO BARRA: Ciclovia passa por obra de recuperação em Gardênia Azul, Jacarepaguá

PLANTÃO BARRA: Ciclovia passa por obra de recuperação em Gardênia Azul, Jacarepaguá

Funcionários da prefeitura instalam fradinhos na ciclovia de Gardênia Azul (Divulgação)

 

Na segunda semana de janeiro, após muitas reclamações de moradores e usuários da ciclovia do Gardênia Azul, que é parte da pista para ciclistas que liga Jacarepaguá à Barra da Tijuca, a prefeitura realizou obras de recuperação no local e instalou grampos de ferro que visam impedir o estacionamento de carros no local.

 

“Foram longos anos luta para que isso acontecesse, já podemos voltar a pedalar com tranquilidade, vale a pena insistir “, comemorou o ciclista Rodrigo Costa, que eventualmente utiliza a bicicleta para ir da Freguesia à Barra da Tijuca. Ele já fez diversos vídeos da ciclovia e os postou no You Tube, para protestar contra os motoristas sem educação que bloqueiam a via com seus carros. “Finalmente o sonho se tornou realidade”, completou.

 

Ciclista Rodrigo Costa comemorou ação da prefeitura (Foto: Arquivo Pessoal/Aventuras Cariocas)

Quem também ficou muito contente contente com a novidade foi Diogo Vila, morador do Anil que usa a pista para se deslocar de bicicleta para a Barra. “Espero que agora eu não tenha mais problemas como tinha antes. Já fui atropelado por carros na própria ciclovia. Já fui xingado por motoristas que achavam ruim que por vezes eu acabava esbarrando com a bicicleta nos carros estacionados aqui na faixa para bicicletas, como se o errado fosse eu”, desabafou Villela.

 

O subprefeito da Barra e Jacarepaguá, Thiago Mohamed até usou as redes sociais para exaltar o feito.  “Demorou mas nasceu (a instalação dos fradinhos]. Estamos fazendo um trabalho de conscientização com os comerciantes também. Valeu a pressão pertinente de vocês!”

 

Segundo a prefeitura, “o objetivo [dos obstáculos] é impedir que carros e motos utilizem a calçada como estacionamento, deixando o espaço livre para o acesso de ciclistas e pedestres.  Aquele trecho é alvo de constantes reclamações, desde a implantação da ciclovia, por falta de educação de motoristas e comerciantes, que usam o espaço público indevidamente “.

 

 Diego Bellizzi/AIB