Início Plantão Brasil Prefeitos querem atrair a iniciativa privada

Prefeitos querem atrair a iniciativa privada

Os principais desafios das 12 cidades brasileiras escolhidas para sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014 começarão a ser discutidos pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) na próxima terça-feira, dia 30, em Brasília.
O presidente da entidade, João Carlos Coser, prefeito de Vitória, no Espírito Santo, disse que mais do que debater os desafios, as cidades-sede da Copa desejam discutir o papel  do município no evento.
— É importante também a troca de experiências, para que todos possam atacar os mesmos problemas para preparar as cidades mais ou menos para os mesmos desafios.
A FNP reúne cerca de 200 prefeitos das capitais e das grandes metrópoles. A reunião deverá contar com a participação dos ministros das Cidades, Márcio Fortes; do Esporte, Orlando Silva; e do Turismo, Luiz Barreto, além de representantes da Presidência da República.
— Nós queremos compreender melhor qual é o papel dos prefeitos e qual a contribuição que a FNP pode dar para que possamos cumprir bem a nossa parte. Nós sabemos que é importante preparar o país para isso. E temos que começar a fazer o dever de casa agora.
Coser resume assim os principais desafios das cidades que irão sediar a Copa de 2014.
— Tudo o que envolve a presença das pessoas nas cidades. Porque as pessoas não vêm para o jogo da Copa. Elas vêm para ver os jogos, mas também para ficar nas cidades. Portanto fazer turismo. E a Prefeitura, quando pensa a Copa, pensa em receber uma quantidade de turistas para a Copa e para todo o ambiente que antecede os jogos.
A exceção é a questão dos estádios e da segurança, que é de competência estadual e federal. Coser acredita que há tempo suficiente para que as cidades se preparem de forma adequada. Segundo ele, os municípios vão disponibilizar recursos próprios, mas buscarão também recursos dos estados e do governo federal. Os prefeitos querem ainda atrair investimentos da iniciativa privada.
Fonte: Ministério dos Esportes