Início Destaque Prefeitura do Rio diz que está fazendo monitoramento da Avenida Niemeyer

Prefeitura do Rio diz que está fazendo monitoramento da Avenida Niemeyer

um caminhão é visto ao lado da área em colapso de uma ciclovia durante fortes chuvas na avenida Niemeyer, perto da praia de São Conrado

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação, por meio do Instituto de Geotécnica do Rio (Geo-Rio), informou na quarta-feira, dia 29 de maio, que está realizando monitoramento constante na Avenida Niemeyer, que liga os bairros do Leblon à São Conrado, na Zona sul, interditada dia 28 pela Justiça, por apresentar riscos de novos deslizamentos de blocos de pedra e terra. A secretaria informou também que a Geo-Rio está realizando, no trecho do bairro do Vidigal, a topografia do terreno no alto da encosta e obras de estabilização (solo grampeado, barreiras de impacto, cortinas atirantadas e muros de contenção) em 36 pontos da Avenida Niemeyer.

O desembargador de plantão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), Mauro Pereira Martins, determinou a escolha de um perito especializado para a elaboração, em 72 horas, de um laudo sobre as condições de segurança das encostas da Avenida Niemeyer. O perito terá que ser escolhido pelo juízo de 1º Grau. Enquanto isso, a via permanece interditada até que o laudo seja analisado e comprove que não há riscos de novos deslizamentos no local. A decisão do magistrado foi em resposta a um recurso da prefeitura do Rio de Janeiro contra decisão do fechamento da avenida.

Desde a manhã do dia 28 de maio, técnicos realizam desmonte de blocos no local do deslizamento ocorrido no início de maio na encosta do Vidigal. Lá também estão sendo instaladas cortinas atirantadas para dar início às obras de contenção. O trabalho nas encostas da Avenida Niemeyer vem sendo feito desde fevereiro.

A Subsecretaria de Habitação também finalizou a demolição de 12 construções interditadas pela Defesa Civil na Avenida Presidente João Goulart, no alto do Vidigal. A ação na área onde houve o deslizamento vai permitir o avanço das obras de contenção da encosta. As 26 famílias que moravam nos imóveis tiraram seus pertences das unidades e estão recebendo Auxílio Habitacional Temporário.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação esclarece que, para reforçar ainda mais a segurança, elaborou um plano de contingência que prevê o fechamento da Avenida Niemeyer em casos de chuva, sempre que necessário, após a análise de técnicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here